nova aquisição


Simples, 
deliciosa de usar,
amei a estampa,
amei usar.
e vim exibir, 
graça,
leveza e
conforto,
muito conforto.

Não é um post ostentação.
É um post, tipo assim:
Desci do salto e é assim que eu amo viver!


Muita Luz e Paz!
Abraços

Sou companheira....


Todas as vezes que fiz dieta, marido sempre foi companheiro, 
o que era até irritante, enquanto eu perdia 500g, ele emagrecia 3 kg
Por motivos médicos o marido, não consome mais bebida alcoólica,
e eu também não...
Outro dia conversávamos sobre, e eu decidi tomar um pouco do que temos aqui, e o mais incrível, quando decidimos parar
não sentimos mais desejo ou vontade, simplesmente 
"conseguimos deixar de lado um hábito social."

Se você nunca conviveu com pessoas em tratamento,
 não irá entender, achará que basta querer, usará o trecho entre aspas como exemplo, e estará errando de forma grosseira e brutal.

Eu venho de um núcleo que trás na genética uma doença
chamada depressão, cujo um dos vértices é o vício, 
após tratamentos de 3 gerações com médicos especialistas, 
hoje sabemos que temos o que a terapeuta chamou de:
depressão biológica, o que leva uma parcela da
família ao alcoolismo, uso de drogas,
as manias como a de limpeza, a instabilidade emocional
ou de emprego, ao uso de medicamentos por anos, entre outros...

Buscamos fugir dessa tristeza clínica de diversas formas,
para mim, hoje consigo entender diversas atitudes minhas perante
 a vida, diversos métodos e regras, 
dignos de filmes, que uso para me manter feliz.
Você estava achando que era privilégio, que não existe um preço? 
Ledo engano.

Hoje quando vejo alguém afundando em drogas lícitas ou ilícitas
só consigo pensar em quantas pessoas amam aquele ser, e que estão sofrendo de mãos atadas, sem conseguir ajudar...

Por falta de grana, por falta de tempo, pela distância ou 
até mesmo por ignorância, sim, ignorância...

Pessoas que mesmo tendo estudado, não querem aceitar que
 o vício pode ser oriundo de uma doença e por isso são agressivos
e pasmem já os vi (ouvi) pedirem morte ou prisão ao viciado.

Tudo o que a pessoa que possui depressão precisa é
de aceitação e carinho, nem todo deprimido fica em casa chorando,
sem querer se levantar, tem vezes que a dor é tamanha
que bebem em excesso, se drogam e pasme,
até se prostituem ou se mutilam, para tentar matar a dor....

Você deve estar pensando...
Ah, mas nem todo viciado é doente.
E eu vou te responder que nem todos os que tem opinião sobre
eles são médicos, ou Cristo e mesmo assim insistem em julgar, 
sem conhecer, sem viver no corpo daquela pessoa.

E sabe o que é mais incrível?
Nem todo profissional consegue fazer um diagnóstico rápido
e preciso, pois grande parte dos paciente mentem, 
nem sempre por  querer, as vezes é por desconhecer que pode ser
biológico, não apenas psicológico.
Acreditam como a maioria das "pessoas de bem", que eles
não prestam, não merecem ter uma vida diferente.

Se conhece alguém, ouça, oriente a buscar ajuda de um psiquiatra e
um terapeuta para que esse sofrimento possa ser controlado,
já que a cura completa é algo difícil,
afinal essas pessoas sentem muito mais forte tudo que acontece 
ao seu redor, e qualquer baque pode levar ao fundo do poço
novamente, novamente....

Se você já passou ou passa por isso, saiba sou companheira...
Sim, sou companheira... 
Choro junto, sorrio junto, grito junto e para desespero geral 
Eu até canto sem saber a letra....rsrs


Muita Luz e Paz!
Abraços

Gratidão

Estou no mercado, setor de verduras, com um saco plástico nas mãos quando uma senhora, simples, pequena em estatura, mas com um falar firme, de quem sabe o que quer, gesticula com a mão me chamando e diz:
- Você... Você vai me ajudar....
Concordo com a cabeça, mas tenho duvidas, acho que ela me confundiu com uma atendente. Sorrio e a acompanho, ela segue até a seção de artigos de cama e mesa, para numa gôndola, me olha balança a cabeça em negativo e diz:
- Não é nessa, é na outra....
Seguimos mais um pouco, até pararmos em frente as cortinas onde me mostra uma e explica:
- É essa aqui olha.... Deixa eu te explicar, minha cozinha é toda branca, você acha que vai bem essa aqui.
Eu sorrio e digo que ela tem bom gosto, é em tons de verde água com estampa suave e ficará ótima na janela da cozinha pois transmite calma, pergunto qual o tamanho da janela... Não termino a frase e ela diz que não é janela, é o armário embutido da cozinha que não tem porta e quer colocar a cortina. Então pergunto se gosta de colorido, ao que explica-me não querer nada muito fantasioso, prefere mais claro, eu sorrio explico que o tamanho da cortina é de 1,40m altura e 2 m de largura, mostro com as mãos o que seria, e ela me conta que sim vai dar certo, mas ela não tem o "negócio" para pendurar então lhe mostrei onde estava o varão. Parabenizei ela pela escolha pois realmente a cortina era muito bonita, ela ficou feliz e agradecida. Cruzei com ela outras vezes no mercado, com a cortina na cestinha fazendo suas compras.
Hoje no rol de heróis que as vezes trago para te mostrar eu tenho essa pessoa, cujo nome eu desconheço, mas ela salvou meu dia ao me escolher para aprovar ou não sua escolha para melhorar o seu lar. Fiquei pensando o que a motivou a ME escolher ou a imaginar que eu iria atendê-la. Agradeço ao universo por hoje eu estar receptiva e conseguir ajudar alguém em algo que para muitos é tão simples e para outros é algo tão complexo. Agradeço por ter me feito perceber que mais importante que ter ajudado foi perceber que a gente tem que pedir ajuda sempre que se sentir em dúvida. Pedir ajuda não é fraqueza.... É ter força de recorrer a alguém e dar a essa pessoa a oportunidade de ser útil.

Muita Luz e Paz!
Abraços

As três coisas da vida...

Dizem que devemos fazer três coisas importantes em nossa vida, ter um filho, escrever um livro e plantar uma árvore. Tive uma filha, plantei várias árvores, a última foi uma pitangueira que deixarei de herança ao próximo morador desta casa, aja visto que moro de aluguel. Eu me pergunto:

- Será que blog, facebook e Twitter não podem substituir o tal livro?

Então pessoa amada, não sei se além de tudo o que faço, conseguirei ideias para escrever um livro, pois ter, eu já tive vários livros, plantei ideias e vi germinarem relacionamentos, amizades... 

Ao escrever o blog não tenho o compromisso que um livro requer, é para mim mais difícil parir um livro, do que plantar ideias ou gestar um filho....
E para você, como tem sido essa vida? 
Consegue dizer que fez algo das três coisas?

Muita luz e paz!
Abraços



Blog protegido

myfreecopyright.com registered & protected

Visualizações

Categorias