Superação - Parte II

Já abri meu coração para você, contando um pouco de meus medos, se você não viu então clica aqui, falei também da minha superação do pavor de água neste post, agora vou contar como estou convivendo com os outros dois medos de agulhas e "La-gar-tas".

Medo de agulhas - Como tudo começou:
Bem tendo em vista a minha total incapacidade produtiva, após um exame de sangue ou qualquer procedimento que envolvesse "agulha", medo esse justificado, pois quando criança eu vivia com a garganta inflamada, o que levou o médico a sugerir para Mamãe uma cirurgia de retirada das amígdalas. Mas,  ela não concordou com o método radical proposto, assim sendo, ele receitou (que eu me lembre....umas trêsmilhõesquatrocentasequarentaetrês injeções bem doloridas para castigar minha mãe, errou o alvo e castigou nós duas)....é exagerei um pouquinho...talvez a três últimas eu não tenha tomado....rsrs. Mas juro que para uma criança antes da fase escolar realmente eram muuuuuitas....eram tantas que toda a vez que minha mãe pegava minha mão e ao sair portão a fora, virava em direção ao posto de saúde.........eu chorava, digo berrava, parecia que estavam retirando meus órgãos (exceto o pulmão...esse eu estava usando...rsrs.) e Mamãe me arrastava até lá dizendo:
- Não faça escândalo, não vai doer nada. ....
Gentem como doía....até hoje só de relatar a vocês estou com os olhos cheios d'água, agora de pena da minha Mãezinha....imagina levar a criatura aos berros e ter de fazê-lo visando a melhora da saúde....resultado disso o meu P-A-V-O-R a agulhas.

O lado bom disso, é que acostumei minha filha explicando a ela que dói, sim! Mas é um procedimento necessário, que sempre que for por uma melhora na saúde dela eu vou buscar-lo, mesmo que doa....(principalmente quando precisamos de um exame de sangue ou vacinas) e ela já aprendeu a lidar melhor com isso faz exames e toma vacinas sem maiores problemas desde bebezinha, e eu nunca precisei dar doce ou presentinho depois como fazem algumas mães, apenas dava carinho e dizia, ainda digo:
- Carinho de Mãe ajuda a "suportar" melhor a dor.
Afinal se eu dissesse que tira a dor com o tempo ela descobriria que não é bem assim...rsrsrs.

E para melhorar meu relacionamento com as apavorantes agulhas....principalmente agora que tenho que dar exemplo......estou fazendo acumpuntura, a primeira sessão quase chorei, na segunda pensei em não ir, hoje já será minha décima sessão e agora as vezes uma dói, outra não....dá uma coceirinha... mas não tenho nenhuma reação (tipo desmaio, ou incapacitação física)  fico numa boa....e a filha, está orgulhosa de mim....palavras dela:
- Olha a Mãe, corajosa! Vencendo as agulhas!


Quanto as lagartas...............já ouviu falar em treinar pensamento?????
Então, eu olho para elas e penso adoro ver borboletas coloridas, adoroverboboletascoloridos, adoroverborboletas coloridas.....e......empurro com um rodo para bem longe....mas lembra quando falei do meu jardim (aqui) sobre fazer a reforma....já decidi, assim que parar de chover o jardineiro vem deixar tudo lindinho, depois ele vem 2 x no mês para manter.....afinal a "Natureza é muito viva"......e eu adoro morar em apartamento....bastante concreto e pouca lagarta, apenas as que vem na salada que a gente compra.....rsrs....Ah! não coloquei foto delas, pois fico toda arrepiada com as imagens ...e tenho que mentalizar...adoroverboboletasadoroverborboletas....

As Mamães que andam por aqui sabem o quanto precisamos passar uma imagem de força e segurança, e as vezes é tão difícil....rsrs. Mas eu estou me esforçando....e você já tem alguma superação parcial ou total a relatar??? Sei que devemos sim entregar grande parte de nossos medos a fé, só que não existe energia religiosa ou cósmica que faça o trabalho sozinha, é necessário que também façamos a nossa parte....eu sei que estou tentando.

Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

4 pessoas me fizeram feliz, falta só você:

Deusa publicou o comentário número:

Oi lindinha

Eu odeio lgartas e tenho casos para contar,mas nada me tira tão do sério quanto barata...só de falar meu estômago enrola...odeio,tenho nojo e nunca...nunquinha me peça pra maatar uma...vou parar por aqui,meu estõmago já virou...pode?.rs.
Deusa
vasinhos coloridos
Obs;AdelaideAdoro este nome,minha mãe se chama Adelaide),me descupe por não estar vindo todo dia te visitar,adoro você viu?,estou apenas com quatro mil coisas ao mesmo tempo,mas já esta passando).
Deusa

Cristina publicou o comentário número:

Oi Adelaide, você não acredita, mas morro de medo de grilos, tenho piripaques.E baratas então, certo dia chamei o vizinho pra matar senão não ia sair almoço,rsrsrsrs. Beijocas pra ti.

Apenas um lugar para ser (Lis) publicou o comentário número:

Muito bonito ver vc tentando Adelaide, e não só isso, conseguindo. =)

Tenho certeza q o seu bom humor ajuda mto, e outra coisa q percebo em vc, vc nao se tortura, nao se culpa, nao se acha uma boba ou uma pessoa fraca, como eu costumo me sentir as vezes. Acho q tenho uma versao mto distorcida de mim... Preciso arrumar isso, e logo.

Vou pegar um pouco emprestado da sua leveza e graça e ver oq consigo fazer por mim mesma, a fim de superar meus medos.

Um beijo grande e mto obg pelos seus comentários! =)



Blog protegido

myfreecopyright.com registered & protected

Visualizações

Categorias