Amor sem escalas


Ryan Bigham (George Clooney), é um especialista em redução de pessoal corporativo cuja adora vida repleta deviagens é ameaçada justamente quando ele está perto de atingir dez milhões de milhas como viajante frequente e logo depois que ele conhece a mulher  de seus sonhos, que também é viajante frequente. 

Porque eu acho que você deve assistir a esse filme, além é claro da fantástica atuação do George Clooney, o filme tem alguns ensinamentos muito legais para as nossas vidas, "Ryan" tem a teoria da mochila vazia, em suas palestras ele pergunta aos presentes:
-"O que você carrega em sua mochila? Fechem os olhos e eu quero que coloquem a mochila em suas costas, sintam o peso das alças em seus ombros....agora comecem colocando o que você tem de mais importante...seus filhos, maridos,.."
Então eu sempre tive uma teoria similar, a minha mochila eu chamava de bagagem de mão e sempre acreditei que não podemos levar nada que nos impeça de seguir sem medo, sem dor e sem muito sacrifício. As melhores coisas sempre levo na lembrança, assim não ocupa espaço. Atualmente minha bagagem de mão conta apenas com meu núcleo, marido e filha. Pois sei que mais do que isso não posso carregar, você deve estar se perguntando: - ela não tem irmãos, mãe, amigos? Tenho, tudo isso assim como a maioria de vocês., mas não posso carregá-los em minhas costas, eles são adultos e devem trilhar seu caminho com suas próprias pernas, as vezes sofro quando eles fazem uma escolha errada, mas nem assim eu os coloco em minha mochila, tenho que ter em mente que TODOS devem fazer uso de seu livre arbítrio,  não temos como interferir, salvo é claro se estivessem doentes  ou incapazes, mas aí é outra história. 
Bem, hoje Se precisar sair correndo de casa levarei certamente minha filha, e farei o possível para que o marido saia, mais não posso garantir que o carregarei. 
Onde eu estiver, na situação que for, quando estamos os três, tudo está bem em meu mundo. Até o dia em que minha filha tomar as rédeas de sua vida, aí minha bagagem ficará menor ainda, pois ela terá a bagagem dela e terá que carregá-la sozinha.
Enfim assista o filme e veja do que eu falo, de uma maneira lúdica e muito bem explicada. Me conta na tua mochila você leva o que mesmo?
Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

5 pessoas me fizeram feliz, falta só você:

Néia Lambert publicou o comentário número:

Pois então, minha cara Adelaide, na minha mochila vão meu filho e meu marido, caso eu tenha, ao longo do caminho, de me livrar de algum excesso de peso, claro que o a certidão de casamento iria por água abaixo, não pensaria duas vezes! rsrs
Na verdade, estou aqui dizendo isso, mas com uma vontade enorme de arrumar um daqueles imensos baús, onde eu pudesse colocar todos aqueles que amo dentro e depois pedir a Deus a força de uma guerreira para suportar todo o peso. Ah...essa mania de querer cuidar de todo mundo!

Beijos

Doces Abobrinhas publicou o comentário número:

Eh de se pensar, preciso começar a esvaziar a mochila, mas meu coração esta sempre lotadinho!!! Adorei a dica do filme - vou anotar
Um bj doce e apareca nas Abobrinhas!!
Roberta

KINHA publicou o comentário número:

Olá Adelaide

Adorei saber...

Bjoooooooooooo..............

http://amigadamoda.blogspot.com

martinha publicou o comentário número:

Legal mais um dica de filme. a propóstio assisti durante o feriado a sua sugestão passada "simplesmente complicados", e gostei, dei boas risadas, beijo e té+

Cidadão Araçatuba publicou o comentário número:

Esperei um pouco mais do filme, e quando eu achei que a coisa ia pegar fogo...
A mulher era casada!
Parabéns pelo blog!
Abraço!



Blog protegido

myfreecopyright.com registered & protected

Visualizações

Categorias