Dia Internacional da Mulher

Conversando com uma amiga, sobre educação da filha ela comentou que quando a filha pedia para sair ela mandava pedir ao pai, pois quem manda em casa é o pai.


E completou: - Na sua casa não é assim?

Então na minha casa não é assim, nós dividimos as responsabilidades, se um diz não o outro concorda (mesmo que no íntimo pense diferente - daí é outra questão para conversar em particular) Fui educada em um lar Matriarcal (machista é verdade), mas mamãe criou-nos (as três meninas)para sermos iguais a todos (conforme a Constituição Brasileira),meu irmão como teve a vantagem de nascer homem, não precisava fazer nada em casa (ele era diferente de nós, mas nós eramos iguais a ele....entedeu? - lei-se tarefa doméstica só meninas faziam, mas mamãe nunca nos proibiu de fazer as coisas que ele fazia, tipo jogar futebol, sair a noite, etc...) .



A cada dia nós mulheres ganhamos mais espaço na mídia, nas empresas, e também a valorização dentro do nosso lar.
 
Hoje existem Maridos que ouvem o que temos a dizer.
 
Existem veículos desenhados para nós, produtos de todas as linhas voltados exclusivamente para mulheres.
 
Talvez você ache que isso é pouco, ou que nem deveria ter tamanha importância. Mas eu não me vejo em outra cultura ou casada com alguem que não respeite os meus desejos e a minha opinião.
 
Eu sou ouvida na hora da compra do carro da família, se o carro dá problema vamos os dois para frente do capô ver o que está acontecendo. Na escolha da Colégio os três dão opinião (eu observo o padrão de ensino e método, o marido o financeiro e a filha a estrutura)Decidimos a dois a operadora de celular,internet, e onde faremos os investimentos financeiros. Em casa o marido, se preciso for; lava louça, limpa casa, lava banheiro, e arruma a cama.
Descobri que os limites sou eu quem imponho, sei que muitas de vocês ao lerem vão dizer mais aqui também é assim, é assim em todo o mundo, e eu vou te contar que não, e que eu aprendi a não me meter diretamente, parei de tentar convencer "azamigas" a mudar de vida. Acredite, eu fazia isso na marra. Agora o máximo que falo é uma frase e evito discutir.

Nos últimos 3 anos optei por ser esposa e mãe, e encontrei resistência "dazamigas" da onça, que me perguntavam com ar de deboche:
-Você está trabalhando? ou Você que não faz nada... 
eu respondia:
-Sim! trabalho em minha residência, faço administração financeira, sou encarregada de compras, acompanhante, conselheira, cozinheira, coopeira, consultora de estilo, encarregada de contas a pagar e a receber, sou office girl, jardineira, lavadeira, passadeira, faxineira, amante, mãe e esposa. E ainda Leio 2 livros por mês e faço trico, croche e as vezes artesanato. E você trabalha em que?

Não sei o motivo mais pararam de tentar menosprezar a minha posição de dona de casa. E olha que eu nem relatei TU-DO o que faço, pois ainda visito as amigas blogueiras, administro meus e-mail, faço meus post's e tô tentando aprender como funciona o twitter e o facebook....um dia eu consigo...rsrs. E nesse mês ainda estou arranjando tempo para ir a academia e sair a tarde para caminhar com o marido e organizar a mudança (hoje faz 28 dias que estamos na casa nova). Tá meu lar não é aquela coisa maravilhosa, mas eu sou humana, tudo é feito a seu tempo. Afinal a vida é uma só, o que eu não resolver hoje, faço amanhã ou depois. Afinal sou Mulher e Sou Feliz! Sou como diria meu pai um "rapaizinho" e aprendi a ser casada comigo....Eu me amo. E todas as manhãs sei que tenho uma vida para viver e ser mais feliz do que ontem, não posso desperdiçar meu tempo me estressando, tenho a missão de ser feliz, e preciso ao meu redor pessoas que me amem. 
Me conta, para você, o que em sua vida deve ser comemorado neste dia Internacinal da Mulher?

Feliz dia da Mulher!
Muita Luz e paz
Abraços

Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

15 pessoas me fizeram feliz, falta só você:

Casa das Bonecas de Pano de Ipiabas publicou o comentário número:

Oi amiga vim te desejar um lindo dia hj e sempre bjs com muito carinho Leila Feliz dia das mulheres e o que escreu muito bacana, bjs Leila

Néia Lambert publicou o comentário número:

Adelaide, pelo seu texto, o que eu comemoro é exatamente o mesmo que vc. Minha vida é muito parecida com a sua, até mesmo, no quesito tomar decisões, aqui também somos três cabeças pensantes e isso faz com que me sinta muito valorizada, participante e "indispensável" na vida familiar. Bom isso não é mesmo? Feliz Dia da Mulher para você.

Beijos

Alexandre Mauj Imamura (lostinjapan.tk) publicou o comentário número:

muito bacana seu post. realmente temos é que "perder tempo" na busca pela felicidade. e não entendo como pode-se desprezar uma dona de casa! como se fosse algo fácil, já que não há remuneração, há mtas obrigações, não há folgas nem 13º.
um post maravilhoso. Parabéns TODOS OS DIAS por ser mulher

Achados de Decoração publicou o comentário número:

Oi Adelaide! obrigada pela visitinha ao Achados de Decoração e pelo carinho, viu?

Neste dia, comemoro o fato de ser mulher - adoro e amo tudo isso, pois somos sensíves, inteligentes e fortes - tudo ao mesmo tempo, né? beijinhos
Carmen

martinha publicou o comentário número:

É isso aí, somo Mulheres sim, com muito orgulho e com sentimentos e opnião próprias. Minha mãe criou a mim e a meus irmãos ( 04 irmã e 02 irmãos) de forma que eu minhas irmãs tinhamos que fazer todo o serviço domestico enquanto meus irmãos e meu pai assistia TV, e na hora de sair a noite os meus irmãos podiam voltar a hora que queriam e ir onde desejassem porque eram homens... nossa isso me deixava muito irada..., graças a DEUS que eu e meu esposo vivemos de forma diferente fazemos tudo junto, ele me ajuda no serviços domesticos para que possamos ficar mais tempos juntos, visto que ambos trabalham. Beijo e Feliz dia Internacional das Mulheres:-)

Palavras Vagabundas publicou o comentário número:

Adelaide,
muito bom seu texto. Eu sou a mais velha de seis irmãos (três homens) e como nascemos um atrás do outro minha mãe punha todo mundo para ajudar e meu pai apoiava. Na hora de brincar idem, minha irmã é até hoje considerada uma grande goleira. Quando fiquei mais velha foi que descobri que era diferente na casa dos outros. Menino não lavava louça!
Com isso acho que tive pais feministas, rs
bjs
Jussara

Betty Gaeta publicou o comentário número:

OI Adelaide,
Parabéns pelo texto. Eu trabalho fora e as pessoas me perguntam como eu dou conta do serviço, marido, casa e tudo o mais, e para falar a verdade não dou conta, pois as coisas ficam por fazer e vou me virando como dá. Deixei de me cobrar e querer ser perfeita.
Bjkas e um Carnaval maravilhoso para vc.
Feliz Dia Internacional da Mulher!

www.gosto-disto.com

CACAU REZENDE publicou o comentário número:

Amei seu texto. Sou psicóloga e trabalho numa ONG, amanha estarei palestrando sobre o " Dia Internacional da Mulher" . E tomei liberdade para pegar um pouco do seu texto e jogar no Power Point. Falando de uma relato do dia-a-dia da mulher. Espero que veja com bons olhos.
Obrigada.

Paula... publicou o comentário número:

Oi miga!

Olha que pena que 'azamigas', perderam a oportunidade de dar valor a sua amizade, e enfatizaram o pouco caso ao 'nosso' serviço! Pessoas perder grandes chances de 'crescer', e ficam destilando veneno por aí!
Aqui em casa tbém é bem dividido, e marido me ajuda MUITO nos serviços domésticos...mas grande parte de tudo, sou eu que estou a frente...gosto assim então É assim...rsrsrs.

Beijo minha querida!!! FELIZ DIA DA MULHER!!

Leovi publicou o comentário número:

Por fortuna el papel de la mujer cada vez es más relevante en nuestra sociedad, aunque aún queda un largo camino por recorrer. Me sumo al homenaje y reivindicación de la mujer en el día de hoy.

Adriana Alencar publicou o comentário número:

Eu vivi quase quatro anos como dona-de-casa, cuidando dos filhos e dos serviços domésticos, e trabalhava muito mais do que quando tinha o meu próprio serviço. As pessoas ainda tem muito preconeito em relação a isso, mas acredito que as coisas irão mudar logo, quando ter uma babá for impraticável, tanto pelo lado econômico quanto pela confiança, cada vez mais difícil de se achar.
O importante é que você está feliz, as opiniões alheias são sempre secundárias.
Beijo
Adri

Rosiane Teixeira publicou o comentário número:

Amei seu post.
Parabéns pelo nosso dia.Adorei seu blog e já sigo.
Ta rolando um sorteio no meu blog, último dia. Passa lá, segue e participa.
bjk flor.
www.rosianeteixeira.blogspot.com

gatinhafofa publicou o comentário número:

espero que tenhas passado um excelente dia da mulher,espero tambem que tenhas passado um excelente carnaval.... eu estou triste,pois minha pen estragou-se e perdi 22videos de carnaval deste ano. fogo tou bue enervada,meu namorado vai-me matar. beijinhos fofinhos!!

orvalho do ceu publicou o comentário número:

Olá, querida
Obrigada pela linda homenagem... o mesmo lhe desejo...
É tempo de oração e vigilância!!!
Bjs de paz

Clemilde publicou o comentário número:

Olá!
Adorei seu post. Aqui em casa é bem como você descreveu. decidimos juntos. Uma atitude que nunca aprovei e nem meu marido, quando o filho não obedece, a mãe dizer "Você vai ver quando seu pai chegar"

Beuijos



Blog protegido

myfreecopyright.com registered & protected

Visualizações

Categorias