Livre arbítrio

Em casa acreditamos que tudo em nossas vidas é definido pelo bom/mal uso do nosso livre arbítrio. No feriado de Páscoa, iríamos com a sogra, 480km daqui, malas feitas na quarta-feira dormimos cedo, acordamos na madrugada do dia 21 (quinta-feira) todos em seus lugares no carro, saímos rumo ao nosso destino, ao chegarmos na rodovia, o congestionamento era enorme, quilômetros, coisa comum para quem mora em São Paulo, mas para nós que vivemos na região metropolitana da Capital Paranaense é coisa de noticiário.

Resultado: retornamos ao lar, acreditando que era apenas devido ao pedágio que depois de algumas horas já estaria tudo normal.....detalhe para tomar o café da manhã começamos a rodar pela cidade até achar uma panificadora aberta, sim pois na sexta-feira da paixão todas que passávamos estavam fechadas Ao voltarmos para casa, buscamos na Internet e descobrimos que o congestionamento era de 30km, às 11 horas fizemos nova tentativa e o congestionamento permanecia, regressamos ao lar, fiz almoço às 15h saímos outra vez e.............continuava tudo parado, claro que voltamos para casa.

A noite buscando por notícias soubemos que além do congestionamento ocorreu também um acidente que fechou a rodovia por 3 horas. Tomamos um cerveja pedimos uma pizza (sim pois quando eu vou passar alguns dias fora, deixo a despensa vazia...rsrs) No sábado primeiro compromisso, mercado fazer compras e preparar o espírito para passar o feriado em casa relaxando, pela manhã caminhava com o marido, a tarde assistia TV com a filha, jogávamos Wii.

Enfim descobrimos que viajar somente fora de feriados prolongados, não nascemos para ficar estressados em um transito caótico, vendo os outros motoristas que para descontar o atraso acabam excedendo na velocidade e fazendo besteira.

Nunca eu tinha visto tanta gente indo rumo ao interior do Estado. Confesso que achei deveras interessante essa inversão de passeios, antes a evasão do interior em períodos como este era enorme, todos iam rumo as praias, as rodovias rumo ao interior eram bem tranquilas, agora vejo o quanto nossa sociedade está mudando, mais gente está viajando, mais carros nas estradas o que resulta em mais congestionamentos....
Porque eu estou te contando isso? É que já estou pensando no domingo do dia das mães, você já foi a um restaurante nesta época??? Eu fui uma vez programada, duas tentativas e agora opto por fazer em casa mesmo, pois gosto de ambientes tranquilos e bom atendimento, aliado a boa gastronomia.

No dia das mães essas três coisas não se encontram. Mesmo que você tenha reserva, todos os restaurantes tem filas enormes, você está comendo e olha para o lado o cara da fila está rezando para você terminar logo e liberar a mesa. Sem contar que restaurante muito lotado fica aquele burburinho, que me irrita.

Então quem sabe eu viaje numa sexta-feira (véspera de dia nenhum) e volte num domigo tranquilo. Essa é a "nossa escolha" pois acredito que sabendo o reboliço não adianta sair e ficar reclamando depois.
Me conta você acredita em "Livre arbítrio"? Ou acha que tudo é destino ou coincidências? Faz tuas escolhas baseadas em que?
Muita Luz e paz!
Abraços
Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

9 pessoas me fizeram feliz, falta só você:

Josy publicou o comentário número:

É amiga, cada ano que passa mais congestionamento,mais confusão. Hoje em dia prefiro como vc, curtir a familia em casa, ou viajar em periodos que não sejam feriado. Como vc tbém não tenho mais paciência de ficar em filas de restaurantes prefiro ficar em casa. Quanto ao livre arbítrio acredito e muito,pois sou espirita kardecista e estamos aqui pra aprender, e evoluir, colhemos o que plantamos. Aprendi que não devemos fazer o mal, mas não basta nao fazer o mal, precisamos fazer o bem, na medida do possível, fazermos o bem.....bjocas querida bom diapra vc

Jac Mon publicou o comentário número:

Oi Adelaide,
muito pertinente seu post,realmente vijar nessas épocas de feriados estão se tornando uma tortura que, as vezes, acaba criando mais stress do que diversão. Aqui em casa deixo para sair depois da meia-noite,o trânsito flui melhor.
Beijão pra vc!
Jac
www.flormosuras.blogspot.com

Kinha publicou o comentário número:

Eu não sei você, mas eu não suporto lugares lotados e sou adepta de sua idéia de preferir cozinhar algo gostoso para a família no dia das mães. Melhor que encarar fila. Já estressa só de pensar, rsrsrs

Palavras Vagabundas publicou o comentário número:

A experiência ajuda o livre arbítrio, só viajo em feriados se posso ir um da antes e voltar um dia depois, se não "boa romaria faz quem em casa fica em paz", rs
No dia da mães vou ficar em casa, oferecendo um almoço a algumas mães, juntação de panelas mesmo.
bjs
Jussara

Regiani Arruda publicou o comentário número:

ola adelaide , que bom ter vc como seguidora no meu humilde blog espero que vc possa apreender algo comigo tambem , pois vi que em seu blog vou apreender muito o pouco que vi fiquei muito encantada bjs e ate mas .....muita sorte e sucesso 1000 pra vc..........

Regiani Arruda publicou o comentário número:

ola adelaide , que bom ter vc como seguidora no meu humilde blog espero que vc possa apreender algo comigo tambem , pois vi que em seu blog vou apreender muito o pouco que vi fiquei muito encantada bjs e ate mas .....muita sorte e sucesso 1000 pra vc..........

Florisbella publicou o comentário número:

Sabe o que o meu livre-arbítrio me diz ? Para aproveitar estes feriados e estas datas especiais em casa haha

Beijos da Flor

Ah, lá em casa! publicou o comentário número:

Oie, tudo bem?

Eu tb não sai em viagem neste feriado... nessas horas até vale ficar em casa e aproveitar um pouco mais!

Flor, vc tem q mandar uma foto pra gente poder fazer o bonequinho! Aproveita e já diz como é que você quer.

Beijo

Maíra

Cláudia Viana publicou o comentário número:

eu também nao suporto lugares lotados e confusao,parece que o munda ta ficando superlotado ou é impressão minha? rsrsrs bjs



Blog protegido

myfreecopyright.com registered & protected

Visualizações

Categorias