Brincadeira X Brinquedo

Hoje a mídia nos diz que criança QUER ganhar brinquedo....
Eu acredito que a criança precisa é de brincadeira. 
Não eu não estou surtando. Veja, se antes de dar as crianças brinquedos caros, a gente investir em brinquedos simples como uma perna-de-pau, uma corda ou dominó e empenhar alguns momentos de nossa existência em ensiná-los a aproveitar a brincadeira, todos teremos benefícios ótimos, eles se divertem e nós adultos relaxamos.

Tive uma infância pobre, não tinha brinquedos, usava latinhas para brincar de casinha, toco de vela e purungo para brincar de escolinha. 

Dia maravilhoso era quando meu irmão me chamava para brincar de Guerra de bolinha de sinamão, ou de Guerra de bolinho de Barro....eu sempre saia chorando, mas amava....

Vivia com os dedos ralados por andar em carinho de rolimã (dos amigos), brincava de esconde-esconde à noite e valiam 4 casas de vizinhos...era uma festa

Outro divertimento que tínhamos era Mãe-cola (pega-pega). 
Queimado, voleiball e handball somente quando alguém que tinha bola estava presente.

Com minha filha fiz assim, ela ganhou brinquedos..... o mais simples possíveis, íamos a feirinha do Largo da Ordem em Curitiba e comprávamos brinquedos de madeira (feitos por artesãos), temos até hoje as pernas de pau e o jogo de betes....sabe como é são jogos que eu amo e se der time a gente sempre joga..... 

Por 10 anos, nesta época, fazíamos uma limpa em seus brinquedos, e doávamos para as crianças que não tinham tanto - e mantínhamos um equilibrio em seu quarto.

Nos últimos 5 anos, várias mudanças de cidade achei melhor deixá-la com seus "amigos, mas ao nos estabelecermos no ano passado e arrumarmos o quarto de uma forma mais adolescente comecei a tentar faze-la abrir mão de alguns e por incrível que pareça encontrei resitência.... 

Até que eu percebi, que da maneira como falei da primeira vez ela entendeu que iria ficar sem nenhum (ou seja teria que crescer) essa semana estávamos conversando sobre o Projeto do Blog Força de Expressão - Claudiene Finotti e eu expliquei sobre o trabalho delas e como é legal você conseguir levar alegria as pessoas dessa forma......




Então meu Bebê pediu-me que encontre aqui na cidade um local, para que levemos os brinquedos.....Confesso para você que era mais fácil mandar para a Clau...kkk Só empacotar e ela que se vire em distribuir....

Mas agora vou ter que fazer tudo sozinha..... Ah! Não expliquei o motivo de doá-los aqui, é que ela disse que assim ficará melhor, sabendo que eles estão por perto. Vai entender.... Mas vou fazer....

Obrigada Clau pelo incentivo. Quer conhecer mais do projeto clica aqui

Quer ver um que não vai para a doação?


É a gente reservou uma meia dúzia para "decorar" o quarto...rsrs  Quer ver mais Brinquedo ou Brincadeira? Corre no blog da Fernanda Reali e veja o que as meninas estão aprontando por lá. Só clicar aqui.

Muita Luz e Paz
Abraços
Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

16 pessoas me fizeram feliz, falta só você:

Kellen Bittencourt publicou o comentário número:

Oii Adelaide, que bom que vc se divertia na infância mesmo com as dificuldades que a vida apresentava, acho que as crianças tem esse dom, de transformar a realidade através da imaginação! Aki tbém encontrei resistência no ano passado p conseguir doar alguns brinquedos, porém tem um urso aki da coleção Ursinhos Carinhosos, que por nada no mundo minha filha se desfaz, ele tá velhinho surradinho mas não posso nem ousar colocar as mãos! Bjooooss

SHEYLA - DMulheres publicou o comentário número:

Adelaide

A diversão mesmo sem condições é diversão garantida, não é? Minha filha, hoje tem 15 anos, mas nunca ganhou muitos brinquedos, porque ela não dava a maior atenção a eles, então teve uma vez que doei todos e hoje, ela não tem nenhum brinquedo da infância rsrsr

bjokasss e bom final de semana.

Cissa Branco publicou o comentário número:

Adelaide,

Creio que a essência do que somos está em como tratamos as coisas, como valoramos.
Trabalho muito com o Felipe isso, não é fácil, filho único, sobrinho único ou menor ou mais querido, tudo é pretexto para mimá-lo horrores.
Aqui em casa, estabelecemos metas, ao alcançá-las, ele conquista o direito a algo, foi assim que fui criada e sinceramente, não sei agir de outra maneira, para mim sempre deu certo.
Amor e atenção não está ligado com presentes e sim com ações, para agradar não preciso comprar algo, chamo o pequeno e fazemos um bolo juntos, assistimos um filme, deitamos e conversamos.
Não somos de comprar brinquedos para o Felipe, dificilmente o fazemos, ele compra com o que ele economiza e ganha dos avós, dos tios e de todo mundo que o conhece, todo mundo acha ele especial e quer dar algo que incentive mais ainda o desenvolvimento. É meio que um acordo não acordado, rs, a família dá brinquedos e os pais dão o resto. Os padrinhos, tios e avós paternos nunca deram uma roupa, a eles cabem mimar, minha mãe e que sempre manda roupas e brinquedos, coisa estranha né?!
Enfim, o problema não está no brinquedo, mas o valor que se dá a ele e a função que ele exerce na vida da criança, se for para brincar e se divertir, perfeito, agora se for para suprir algo, não dá certo!
Beijos

Telma Maciel publicou o comentário número:

É, Adelaide... tô na tentativa de doar alguns da Sofia e tbm encontro resistência. O problema é q ela não brinca com muitos e ficam aqui, perturbando... rs
Mas o que acho é q mtas vezes damos presente pra criança pra ela brincar sozinha e... q graça tem? Então tenho procurado ideias que vão me fazer brincar junto e curtir, né? Pq assim é q vale!
E acho q vou convencê-la a doar alguns brinquedos dela esses dias... aqui perto de casa tem uma instituição para meninas... vamos ver!
Bjks

Imac by Artes publicou o comentário número:

Que delícia de post!
Essas brincadeiras vivi com meus filhos na infância (senti uma saudade gostosa)Isso está faltando para as crianças hoje...mais presença do que presentes. Amei também o Projeto Me dá um brinquedo, vou retornar no Blog Força de Expressão para conhecê-lo melhor.
Abraços amiga! Um lindo e abençoado final de semana pra ti.

Decor'ação publicou o comentário número:

Adorei sua postagem. Certamente as crianças precisam de brincadeiras. Agora os pais insistem em dar coisas que não ajudam seus filhos a VIVER uma infância (coisa que você descreveu muito bem). Ontem era dia de brinquedo na escola e uma criança de 6 anos estava com um Tablet e com carregador e etc. Isso não é brinquedo, definitivamente não. Então propus às minhas colegas que fôssemos brincar de amarelinha e a reação foi ótima logo, logo tínhamos uma fila enooooorme atrás esperando a vez pra jogar. Posso te dizer que aquela menina pediu na mesma hora, Prô posso guarda. Ela e todas as crianças foram realmente brincar, foi uma delícia. Adorei seu blog.
Parabéns pela doação e ótimo fim de semana,
Lú Melo

AnaCristina publicou o comentário número:

o que é purungo?

http://anacristinap.blogspot.com.br/2012/10/esmalte-e-brincadeira.html

bom domingo, bjo bjo

Beatriz Paulistana publicou o comentário número:

Boa tarde amiga e Pérola: Adelaide.
Amiga voltei ao passado lendo seu post. Que saudades das brincadeiras e dos amigos. Entendo o que sua filha lhe propos, ela quer ver o olhinho feliz de cada criança ao receber o brinquedo dela, tipo no último filme do Toy History.
Gostaria de aproveitar e lhe agradecer ao comentário riquíssimo que postou em meu blog sobre as mudanças na educação brasileira. Graças a Deus sua mãe soube se virar nos trinta e dar uma educação de qualidade aos filhos que Deus enviou. Ainda existem muitas mães assim mas também existem outras que precisam parar e pensar se estão fazendo um hoje para um amanhã feliz...
Tenha uma semana feliz e abençoada.
Bjokas...da Bia!!!
http://pequenosgrandespensantes.blogspot.com.br/

Josy publicou o comentário número:

Excelente post Adelaide, meu tema de hoje para a Teia Ambiental foi mais ou menos parecido. Desde pequena ensinei minha filha a doar os brinquedos já sem uso, mas não quebrados, claro, aos menos afortunados. Beijinhos ótimo finalzinho de domingo

vera arteira publicou o comentário número:

Olá Amiga!
Adorei mesmo sua postagem de esmalte rosa. Não é minha cor favorita, mas você deixou a brincadeira super fofa!! Bjs, já estou lhe seguindo. Venha me visitar, me siga também e deixe um recadinho, vá!? Para mim será uma alegria de verdade!!!

vera arteira publicou o comentário número:

Olá Amiga!
Adorei mesmo sua postagem de esmalte rosa. Não é minha cor favorita, mas você deixou a brincadeira super fofa!! Bjs, já estou lhe seguindo. Venha me visitar, me siga também e deixe um recadinho, vá!? Para mim será uma alegria de verdade!!!

Diacuy publicou o comentário número:

Vc está coberta de razão. Os pais engolem o que a mídia vende infelizmente.
Que bonitinho o ursinho eu querooo rsrsrs
beijo

Lola publicou o comentário número:

Vc está coberta de razão! Dar brinquedos caros para a criançada é puro desperdício porque eles se interessam por eles só por alguns momentos. Melhor dar algo interessante como pecinhas para montar ou até fazer um brinquedo junto!
Lindas unhas!
Bjs

Adriana Balreira publicou o comentário número:

Eu quando criança brincava mesmo, na rua, no chão, sujando mesmo. Hoje em dia são tão trancadas, só com eletrônicos. Misericórdia. E os brinquedos carissimos. Assim não dá!
Beijos
Adriana

Mayara publicou o comentário número:

Oi Adelaide adorei a iniciativa e apoio completamente. Minha mãe sempre que dava brinquedos novos fazia a gente trocar por outros com os quais não brincávamos mais. Achei super positivo, pq cresci como um adulto que sempre faz isso: se compro uma calça jeans, doo uma que não esteja usando muito e por aí vai, vale pra tudo: não acumulo mais do que preciso!Um abraço e boa semana!



Blog protegido

myfreecopyright.com registered & protected

Visualizações

Categorias