Lugares estranhos, poderes cármicos???

Você já parou para pensar que alguns lugares tem uma energia negativa?
Sabe, tipo a teoria do triangulo das bermudas, mas sem nada cientifico para atestar?

Então, tem uma casa em Curitiba que desde 1989 (época que fui na inauguração de um bar - que durou 3 meses e fechou) toda vez que passo por lá, vejo que estão começando um novo negocio,  quem me chamou a atenção para isso foi o marido que outro dia falou:
- Você chegou a perceber aquela casa da Rua Jaime Reis, cada vez que passamos por ela tem um comércio novo tentando se estabelecer???

Na rodovia que liga Curitiba a Campo Largo, tem uma reta grande, na saída de uma curva sinuosa à direita, e também parece ter uma "energia negativa" ali só neste ano já presenciei 4 acidentes, o último pelo que percebi o carro vermelho estava com as rodas para cima, não sei quantas vezes capotou e se teve outro envolvido, mas o fato é:

Rodovia pedagiada, em ótimas condições, pista dupla (mão única), não quero nem tentar entender o que passa pela cabeça do motorista em questão, aja visto que fatalidades não se explicam (a não ser que sejam imprudências - e aí é outro papo), mas naquele trecho parece que o carro entra ali e é automaticamente jogado num tubo de ar que o faz virar. Bem, foi este fato que me fez lembrar da casa que conheci como bar, assim como outras que parecem assombradas, nada progride.

Você conhece algum lugar assim? Já ouviu pelo menos falar disso? Será que sou eu que estou divagando no assunto? Tudo bem sei que não existe fundamento cientifico para tais fatos, mas então só pode ser cármico? O que você acha?

Muita Luz e Paz
Abraços

AVC Isquêmico e as escolhas que fazemos...

Papo de domingo durante o almoço.
  • Marido: Filha, se você gosta tanto deste restaurante (vegetariano), deveria vir durante a semana com suas amigas para comer mais saudável.
  • Filha: Pai, as meninas não gostam de mato, elas comem carne e carboidrato, sem nada verdinho junto.
  • Marido: É filha, mas veja você, a gente come frutas, alho, cebola e no meu trabalho pessoas mas novas do que eu tomam remédio para pressão arterial. E eu com o histórico familiar que tenho já era para estar na mesma, mas eu sei que é a alimentação que está me ajudando nisso.
  • Filha: Então pai, agradeça a Mãe!
  • Filha: Obrigada mãe!
Eu ali só rindo do desfecho, isso é para te contar que somos exemplos para os filhos, não adianta você ficar fazendo um monte de frutas e verduras, se quer que seu filho coma sozinho, sem ver ninguém comendo. 

No sábado passado, Mamãe ficou falando de forma desorientada e minhas irmãs correram com ela para o hospital, ela teve um AVC - depois de medicada e controlada a pressão arterial, ela está bem. Ontem á tarde estive com ela, está falando bem, caminhando - diz não se recordar de nada do que ocorreu. Então nesta semana estarei passeando pelos consultórios médicos - vamos novamente ao cardiologista, neurologista, e etc. 

Deus a fez renascer nesta noite de 26 de maio de 2012. E nós vamos tratar de cuidar mais ainda dela e de suas escolhas. O papo que eu te contei acima, é sobre o que eu faço aqui em casa (escolhas saudáveis), e deixo bem claro para minha filha - que existe o SUICÍDIO alimentar, pois a escolha errada de alimentos também é um suicídio. O estresse também é determinante. Mas tudo isso eu só posso fazer por mim, cada um faz as suas escolhas (inclusive nossos filhos - mas cabe a nós orientá-los para que saibam o que pode acarretar um escolha errada). 

Reveja as suas aí, até que ponto você quer fazer todos que te amam sofrerem? Pois o sofrimento decorrido de um caso de saúde, é muito grande, e não adianta culpar Deus, quando o que motiva são as escolhas. Sim, minha mãe fez algumas escolhas, como ter sido fumante por várias decadas, parou fazem mais de 15 anos, mas .... a gente quer que ela faça escolhas corretas, mas ela fala que a mãe dela viveu até 90 e... comendo de tudo então ela também pode.... Eu não brigo pois sei que são escolhas...

Cuide da sua alimentação e relaxamento mental, evite ao máximo aborrecimentos fúteis - seu corpo e sua mente são a sua saúde. Abaixo vou deixar a informação, tirada da net, sobre o que é um AVC - quando possível virei contar o que soube através dos Médicos com os quais estarei conversando, afinal Dieta Coletiva é uma busca pela saúde e a melhor forma de ter saúde é nutrindo nosso organismo com aquilo que faz bem.

Tenha uma ótima semana!
Abraços

AVC Isquêmico

Nesses casos, sintomas como dificuldades de falar ou de compreensão, perda da sensibilidade nos membros e do equilíbrio se desenrolam em poucos minutos e vão piorando ao longo das horas. A falta de irrigação no cérebro pode ter dado algum sinal de aviso semanas ou até meses antes, na forma de um "mini-ataque", em que os sinais apareceram e sumiram de repente. Dependendo da causa da obstrução, os isquêmicos podem ser de três tipos:
1. Trombótico - aqui o causador do entupimento é um coágulo formado numa artéria que irriga o cérebro devido à arterosclerose. Responde por 60% dos casos.
2. Por embolia - Em 20% dos casos o coágulo foi formado em outra parte do corpo e viajou até obstruir alguma artéria que leva sangue à massa cinzenta ou que fica por lá.
3. Insuficiência circulatória - aqui o problema é uma falha no coração, que deixa de bombear sangue corretamente levando à deficiência de circulação na cabeça. Isso explica por que um ataque do coração pode levar a um AVC.

Adoção e grande felicidade

Não consigo falar de adoção, sem citar antes a iniciativa que a Rita tem no Blog Botõezinhos, (aceita por várias blogueiras disciplinadas - eu não participo ainda por falta de disciplina...rsrs) tem de postar nas sexta-feiras sobre pequenas felicidades que vivenciou durante a semana. Acho isso tão importante, pois vejo as pessoas reclamarem tanto, mas não param para ver o quanto tiveram bençãos em suas vidas.  




Sou iluminada, justamente por valorizar meus momentos felizes. E uma das grandes felicidades que tive na minha infância em cidade de interior, foi de conviver com uma família linda, o casal eram "Pai/Mãe de Santo"  de um terreiro de Umbanda ("seo" Baiano e dona Maria), estudei com um filho deles, e frequentei algumas vezes a casa deles - eram verdadeiros exemplos de vida.

Lembro-me que, em minha cidade nunca via crianças de rua - uma vez questionei minha mãe sobre isso e ela me explicou que quando aparecia, o casal logo adotava, não importava cor, idade, nada.  A maioria, eles adotaram já grandes - tinham consciência de que estavam tendo a oportunidade de ter uma família que lhes daria educação e amor.

Pelo que eu me lembro, eram 21 filhos, sendo que só 4 ela gerou, os outros vieram pelas mãos de Deus, conviver em harmonia junto aquela família. Lembro que as festas de aniversário eram lindas, divertidas - bolo feito em casa, cachorro-quente e suco. Eu e mais 3 amigos do colégio e o restante só a família, enorme, simples e muito alegre. 

Em minha vida convivi com Vários seres iluminados por este ato de amor:
- Tios, que desejavam muito ter filhos, mas ela não engravidava de jeito nenhum. Então, uma menina foi deixada no hospital da cidade e eles se manifestaram (naquela época não sei como era o processo, mas não era essa coisa demorada de hoje em dia), e conseguiram adota-la, passou uns 3 anos ela engravidou - resumo da história eles são em 3 irmãos, mas a primeira é a mais parecida com eles fisicamente e emocionalmente.

- Uma sobrinha linda, que foi muito desejada por seus pais por anos e anos, e quando ela chegou até eles foi uma verdadeira festa, não apenas do casal mas de todos os tios, primos e avós. Sabe o mais interessante, foi quando a avó dela a descreveu para mim falou:
-Ela é da tua cor e a tua cara. 

Uma amiga adotou dois meninos, num intervalo de 6 anos (isso faz décadas), simplesmente quando a chamaram e falaram que tinham a criança e se ela ainda estivesse interessada teria que ir até lá conhecer, ela chorava e falava que não importava era dela. Os meninos são muito parecidos entre si, e são geneticamente parecidos com a avó materna. Nem minha amiga é tão parecida com a mãe dela, como são seus filhos. E veja ela não havia pedido para ser menino, loirinho e recém nascido. Ela apenas queria um filho.

Aprendi com todos eles que temos a capacidade de amar, mesmo que não seja gerado por nós, aprendi que filho não escolhemos, Deus os envia até nós. Cresci decidida a não engravidar, iria adotar - afinal amor eu tinha, e no mundo tinham crianças demais precisando dele (gente como esse pensamento ao ser manifestado deixava as pessoas, com quem convivia, revoltadas - era como se eu estivesse negando ao mundo a chance de receber a prole que seria o sustentáculo da humanidade). 

Mais um dia eu (apensar de todos os cuidados) me vi gravida de 4 meses e adotei minha barriga, mas sempre deixo bem claro, que não existe em minha concepção, filho da barriga e filho do coração - ambos vem do mesmo lugar, são essências divinas, presentes que vem até nós para nos ensinar a viveer mais e melhor e que também aprendem muito conosco. 

Acredito do fundo de meu coração que (antes de nascer), nós escolhemos o núcleo onde viremos e com o qual conviveremos. Crianças que estão para a adoção, não foram abandonadas, elas foram geradas por alguém que foi apenas o veículo para traze-lo ao mundo, e estão a espera da família a qual pertencem, para que ao se encontrarem possam viver uma linda história de doação e amor.

Diante de todas estas histórias que te contei eu quero frisar que (para mim),  genética é o que há! (de misterioso)

Não importa a distância genética, mesmo na adoção encontramos seres parecidos, nossa essência não muda. Quando existe amor, tudo é possível. 

Ah! E se você está na dúvida quanto a adotar um branquinho, amarelinho, marronzinho. Lembre-se do seguinte: Eu nasci de um casal multi racial (papai - negro, indio e portugues / mamãe- portugues e italiano), sendo assim somos totalmente parecidos, mas somos um de cada cor. Minha irmã mais velha é branca (cor da mãe), meu irmão é negro (cor do pai), eu sou parda (mas todo mundo acha que sou japa...rsrs) e a caçula é intermediaria (mas se acredita branca...rsrs), aí eu te pergunto:

- Não é estranho que a maioria dos casais queira criança recém nascida e branca, quando na vida real, se fosse filhos biológicos talvez nascesse com a cor de pele de algum parente distante?

Este post é uma proposta da Dani Pivatelli do Blog Versos etc. Quer ver mais experiências e pensamentos sobre esse assunto clica aqui e visita a Dani, lá tem várias amigas que estão falando sobre isso.


Muita Luz e Paz
Abraços

Amigos virtuais...

Sei que ando ausente das visitas a casinha de vocês mas, tenho uma justificativa...minha internet está horrível...quer dizer na realidade é o PC que acredito estar precisando voltar ao técnico, eu tenho sinal de internet mas fico um pouco e cai tudo, aí é só reiniciar o PC que volta a funcionar, mas vamos combinar é um saco! Acabo saindo e fazendo outra coisa, a vida real agradece...rsrs Mas para resolver meus problemas virtuais o SUSc (sistema único da saúde cibernética) só na semana que vem terá uma vaga para tratamento deste pobre PC doente.....peço a todos uma corrente de positividade para que o técnico consiga curá-lo com máxima brevidade possível.


Enquanto isso quero te convidar para aderir a proposta da Dani Pivatelli do Blog Versos e etc, para amanhã - sexta-feira, postarmos sobre adoção. Venha! Conte algo que viveu, ou conheceu, ou apenas prestigie aqueles que aderirem com seus comentários enriquecedores, eu amanhã terei post fresquinho para te contar o que eu sei e sinto, sobre o assunto.

Muita Luz e Paz
Abraços

Eu posso???

Minha filha após ler dois títulos do Nicholas Sparks, não quis mais saber do autor. A justificativa dela é que após o primeiro capitulo é tudo igual. Então ontem estávamos assistindo ao Universal quando apareceu ele, o próprio autor do livro "Um homem de sorte", falando do filme homônimo, na hora em que ela o vi, falou:

- Tá explicado, porque os livros dele são todos iguais, ele é muito novo, não teve experiência de vida ainda! Olhe mãe, olhe como ele é novinho!
- Quem filha o Zack Efron? (eu ironizando...)
- Não mãe o Nicholas Sparks, né!

Essa a sabedoria do meu bebê no alto de seus 14 anos. Que embora não queira mais livros deste autor, não se desfaz dos que tem e já leu e releu, e até semana passada estava lendo pela terceira vez......rsrs

E você já leu algum? o que achou?
São títulos dele:
A última Musica / Noites de tormenta / Querido John, entre outros.

Se não leu vai meu conselho é: - prepare-se é um romance açucarado. 

Se eu não soubesse que o escritor é um homem, poderia jurar ter sido escrito por uma mulher, tamanha a doçura encontrada nesta leitura. Mas como ressaltei a minha filha, todo artista tem sua assinatura, então quem lê um, dois, no terceiro já sabe o final e isso vale para os mais vendidos de terror, suspense e romance. O que nos leva a começar a prestar atenção ao enredo e a detalhes de cada personagem, e é isso que faz definir um bom livro para levar em viajem, e aquele ótimo para ler em fases turbulentas da vida. 

Não sou o tipo de pessoa que gosta de um estilo único de leitura, acho que existe sim, leitura para momentos únicos, que enfrentamos em nossas vidas. 

Foi assim que, num período, após ter lido todos os clássicos da literatura brasileira (uma coleção enorme que meu avó tinha), li todas as Júlia, Sabrina, Bianca e títulos da Barbara Catland, assim como  Sidney Sheldon, Agatha Christie, Robin Cook, Stephen King - bastava lançar um novo título para eu ficar desesperada para lê-lo. Depois fiz 16 anos, sai de casa para trabalhar e estudar. Já tinha romance, suspense e terror de monte em minha bagagem literária. Agora leio tudo que me cai a mão, alguns absorvo cada palavra entro na história e viajo, outros não consigo me envolver, demoro horrores....rsrs 

Ah! já aprendi a dizer se o autor é bom, se a tradução pecou, e se o enredo é pobre.

Abraços

Momento Chef

Sabe sou adepta da culinária saborosa e sem grandes mistérios, quanto mais saudável melhor, o que não quer dizer, de forma alguma, que eu não faça incursões no mundo calórico ou nada saudável (afinal não é nada fácil manter esse corpo acima do peso, vamos combinar, sem neuras, fazemos o possível).


Outro dia no meu momento "Dona de Casa", via a Ana Maria Braga ensinando uma receita de Músculo Cuba Libre, o que me chamou a atenção foi a carne usada - que não é carne nobre - e vamos combinar nem todos podem comprar mignon todos os dias (eu só consumo carne 2 vezes na semana e olha lá, por preferirmos comer mais legumes e vegetais - questão saúde). Receita na mão eu fiz, amei, super aprovadissimo por toda a família.
 Foto péssima, nem lembrei de montar um prato bonito para fotografar.
Mas ficou delicioso.

Usei a carne recomendada. Então, pensei: - Deve ficar boa com carne de porco, para depois, desfiar e fazer comidinha de boteco.
E fiz com lombo suíno também, no almoço ele foi em postas para a mesa, e no jantar de sexta-feira incorporou uma alma boemia, fiz desfiado com pão francês, e temperinho verde. Ficou uma delícia! Com uma cervejinha para acompanhar.....aff!!! 
a dieta é só de segunda a sexta de tarde.

Músculo Cuba Libre (receita Mais Você)
  • ½ kg de músculo cortado em medalhão
  • alho picado, sal e pimenta-do-reino a gosto
  • 2 colheres (sopa) de óleo
  • 1/3 xícara (chá) de rum - usei cachaça
  • 1 lata de refrigerante Coca-Cola (350 ml)
  • suco de 1 limão
  • sal a gosto

modo de preparo

1 - Tempere ½ kg de músculo cortado em medalhão (com +/- 10 cm de altura) com alho picado, sal e pimenta-do-reino a gosto.
2 - Com 4 pedaços de barbante com 20 cm cada, amarre toda a borda de cada medalhão para que mantenham o formato redondo. Empane na farinha de trigo e depois retire o excesso.
3 - Numa panela de pressão doure os medalhões de músculo dos dois lados (de 8 a 10 minutos).
4 - Depois com uma concha com 1/3 xícara (chá) de rum ateie fogo e despeje COM CUIDADO na panela de pressão para flambar os medalhões. eu não tinha rum usei cachaça
5 - Assim que o fogo apagar adicione 1 lata de refrigerante (350 ml), suco de 1 limão e sal a gosto, tampe a panela e quando pegar pressão conte 30 minutos. Desligue o fogo e retire a pressão da panela. Retire a carne e sirva em seguida com arroz e uma salada.

Agora o lado ruim.....
Cade meus serviçais para lavar esta panela???? E daí, foi um tal de: - pegar uma embalagem descartável e retirar às colheradas o excesso de molho (que fica meio agridoce - e embora nos tenhamos comido bastante, sobrou esse tantão), colocar no lixo organico, depois folhas e folhas de papel toalha para retirar bem e só depois a esponja e sabão. Eu evito ao máximo colocar gordura ralo a baixo, afinal a contaminação vai toda parar em nossos rios .......

Gente ainda da tempo de testar a receita. Você pode confiar que marido é bem exigente e adorou. Eu como sou quase vegetariana total - gostei. Ele fica com uma apresentação fantástica.

Muita Luz e Paz
Abraços

Livro viajante...

Foi assim.....
Passeando pelo blog O que eu ando fazendo de bom - da Mayara,  vi um livro e ao final do post ela perguntava se alguém queria lê-lo - claro que eu me candidatei. Quer saber como foi que aconteceu, clica aqui .
Veio com essa carta linda. Você sabe quem matou Nola Payne? Eu não, então não me conte....rsrs Vou ler o livro e descobrir. 




E como amo ler, num bate papo com a Patty do blog Tanta Coisa, ela perguntou-me se queria ler "Um mundo Brilhante", e ela me emprestou.
A Patty é também leitora assídua e faz resenhas dos livros em seu blog, nada como ler algo com a opinião sincera de um leitor - nem sempre gostaremos das mesmas coisas - mas como alguns que já li e ela deu sua opinião no blog acredito a opinião dela é para ser levada em conta antes de ler um livro. Então, se você só gosta de ler livros com boas recomendações vá até o blog e veja as sugestões da Patty, basta clicar aqui.

Eu sei a foto ficou péssima, mas você sabe que este não é o meu forte, ela mandou-me um mimo lindo, uma pulseira, que na foto eu consegui deixar estranha, mas é linda - Obrigada Patty!




Eu quero provar que o desapego é uma ótima terapia, por isso, troquei livros via facebook com a Geise Jacqueline, e Jesumira, tudo na maior tranquilidade. Sabe que nem doeu??? E olha essa foi minha segunda vez, já posso dizer que sou uma expert em trocas???
Bem, para cada troca foram dois livros, assim mandei 4 livros e já recebi 2 os da Geise Jacqueline. Conforme você pode conferir na foto abaixo.

Agora veja todos os "Presentes" que eu recebi nesta semana, e como eu acredito que livros são o melhor presente. Eu me senti mega ultra presenteada.



Olha eu tenho uma meia duzia (na real são 10 livros, que não saem de perto de mim....rsrs)que considero relíquias. Sempre leio e releio, estão amarelados, velhos mas bem manuseados e sempre os empresto. Mas peço de volta...rsrs


E você vai libertar os livros para correrem o mundo?
Me conta está lendo qual título no momento? 

Falta de tempo não é desculpa, eu só leio na fila do banco ou no ônibus. E devoro vários livros.

Tenha uma ótima quinta-feira.
Muita Luz e Paz!
Abraços




Como minha sorte melhorou....

Gente ganhei sorteio! Falar isso já é maravilhoso...eu amo ganha. E vou confessar que antes desta vida virtual, nunca tive tão boa sorte. Mas os ares da virtualidade, abriram meus campos energéticos, trazendo além de pessoas maravilhosas, também a convivencia com objetos de verdadeira arte.


Sabe quando vejo um sorteio (descomplicado) gosto de participar para prestigiar a amiga, pois é tão bom ver que temos vários inscritos e eu além de me inscrever faço questão de divulgar para que mais pessoas prestigiem também. Sempre que posso dou uma passeadinha no blog Artes da Luci da querida Luci Cardinelli que também sigo no facebook. Ela é uma pessoa maravilhosa, encabeça varias campanhas para auxiliar desabrigados no RJ com ações simples que nos estimulam a ajudar também. Faz vermos que é possivel a todos fazerem a sua parte - que é ajudar o próximo. 

E olha pensamos muitas coisas de forma bem parecida. Eu acompanho suas criações e sempre soube que ela faz coisas lindas. Mas gente, uma coisa é você ver virtualmente, outra é ter em mãos.
 Esse foi o meu prêmio, lindo, e que está morando em minha cozinha - confesso que neste primeiro momento não tenho vontade de usá-la, apenas de admirá-la.
Vem conhecer a Luci e suas artes maravilhosas, ela tem lojinha virtual - vale a visita, são coisas lindas. Um presente simplesmente maravilhoso. Se você está pensando em dar um presente legal para alguém especial Clica aqui , a Luci Cardinelli está cheia de idéias lindas.


Muita Luz e Paz!


Abraços

Correios uma grata surpresa.

Nesta segunda feira, para aproveitar a carona do maridão, larguei a cozinha virada, parecendo que havia meses ninguém entrava lá.  Louça para secar, outras para lavar, a geladeira no desgelo para limpar....

Mas a desculpa era boa. Precisava ir urgente ao correio levar o livro do Clube do Livro - para minha amiga ZIZI, e mais duas trocas que fiz no facebook com Geise e Jesumira. Fui munida de uma sacola com 4 embalagens e um cartão com dois códigos para ver se haviam chego algo para mim.

Voltei com a sacola assim recheada de pacotes, todos - veja você TODOS para mim. Me senti numa loja de doces, ou num dia das crianças, ganhando inúmeros brinquedos (coisa que nunca aconteceu na minha infância pobre).
Pense em alguém feliz....pensou?? Essa sou eu. E sabe o melhor???  Nada veio assim sem motivo, eram combinados ,feitos com amigas virtuais, mas eu sempre me encanto com o carinho e a confiança destas pessoas maravilhosas. Nas próximas postagens vou te mostrar melhor o que ganhei em cada um destes embrulhos. Você verá que tenho razões em estar mais feliz.

Muita Luz e Paz
Abraços

Esmalte + Maternidade



- Mãe, tenho o aniversário da Natália para ir, no dia 04/05/2012 - sexta-feira, às 20h 30m.....;)

Eu sei que a frase acima talvez não faça sentido com o título do post, mas minha filha estuda das 08 ás 18h de segunda a sexta-feira, em um colégio a 30km da cidade onde moramos, e uma festa de 15 anos requer alguns cuidados como, fazer as unhas, cabelo e maquiagem. E depois retornar até a cidade onde ela estuda para a festa.

Unhas foram apenas adesivadas e ficaram perfeitas por 2 semanas. Cabelo com escova, e maquiagem feita pela mamãe. Chegou com um pequeno atrazo, de 30 minutos. Levando em conta a distância, tudo correu bem.

Ser mãe é estar pronta para ajudar quando os filhos precisam - não importa o que seja.

*******

Na sexta-feira a noite, ela chegou do colégio e pergunto-me, se podia dar o meu presente de dia das mães, aceitei e ela entregou-me esta embalagem.

Minha filha, está no Ensino Médio e o Colégio mandou um presente para as mães - veja você que a equipe lá, está antenada, sabe que nós gostamos de cuidar das mãos, assim eles disponibilizaram inumeras cores para que os alunos escolhessem aquele que combinava melhor com sua mãe. Amei a lembrança!



Juro, achava que depois da 4ª série do ensino fundamental (primário), nunca mais seria homenageada por um colégio.....kkk






O retrato acima (de meus amores) foi pintado por essa mãe louca, que agora sofre em cada mudança para que eles (transportadora), não danifiquem minha obra de arte....rsrs E depois na casa alugada, fica sempre o drama de onde colocar este quadro, pois já não combina com a decoração.....kkk

Mãos de mãe, com unhas pintadas com Impala Tomate. 
Abaixo os adesivos que estão nas unhas da filha na primeira foto.



Sabe eu desejo que toda a mãe possa exercer sua função de forma natural e saudável, sem cobranças excessivas ou neuras. 

Lembre, tudo é culpa da mãe (segundo os ditos populares) - principalmente quando a coisa dá errado....rsrs Então se você não se dá bem com sua mãe, saiba que a culpa é dela.....rsrs. Se sua filha engravidar (antes do casamento) a culpa é sua. Se seu filho é briguento, a culpa é sua. Mas a culpa da qual falo aqui não é da educação, é culpa sua por ter optado em ser responsável por este outro ser. 

Releve aqueles que colocam sobre teus ombros estas culpas, pegue apenas as realmente você sabe serem suas, e trabalhe de forma a aperfeiçoar esta falha em seu ser e, continue amando a criatura, que você optou em criar, educar e preparar para o mundo. Vá em frente e seja muito feliz!


Ah! E por falar em mãe, não posso encerrar este post sem falar nas outras três mães de minha filha. A vó Maria, que sempre esteve por perto e cuidou dela em 2006 durante todas as mãnhãs. A madrinha Gio (que antes de minha filha nascer, já tinhamos combinado como seria a educação de uma menina só nossa) e a Madrinha Gi, que sempre corria buscá-la na escolinha, levava passear. Enfim estas três mães nunca perderam uma apresentação sequer de minha filha na escola, foram presentes desde o nascimento - e sempre que podem ajudam e muito. São exemplos de amor incondicional. Obrigada meus amores!

Abraços



Gente esqueci de contar, tem fotos lindas e histórias emocionantes lá no blog da Fernanda Reali, cada participante com uma maternidade de fazer inveja. Corre passa lá - é só clicar aqui.

Gravidez na adolescência...

- Mãe, sabe o que eu acho pior na hora que alguém fala que nasceu quando sua mãe tinha 15 anos??

- Não!

- É que a pessoa sabe que não foi desejada. Ela nunca vai ter dúvida, pois ninguém com 15 anos planeja engravidar... ou seja ela foi uma gravidez indesejada.

- Sei filha, mas você já parou para pensar que não querer engravidar, não significa não amar?

- É o meu caso, você fala que não queria engravidar - mas me ama.

Esse diálogo ocorreu com nós duas deitadas em minha cama, abraçadas, num momento carinho. Aí eu comecei a contar para ela o quanto ela mudou minha vida. Que quando me vi gravida, eu  e o marido - planejamos a vida dela todinha até os 07 anos. Mudamos a alimentação, a limpeza da casa, diminuimos as noitadas e o consumo de bebidas alcoolicas, as viagens não eram mais tão frequentes e sempre levavamos em consideração barulhos e conforto. Começamos a ser saudáveis, antes eramos inconsequentes, agora tinhamos que viver muito mais, para ve-la crescer e ser feliz.

Aí ela falou:
- É mais você NÃO queria ter filhos!
- Engano seu, eu queria ter filhos, já havia até planejado - se eu não me casasse ou tivesse um parceiro para dividir este planejamento - já estava decidido - por mim e sua madrinha (minha irmã Gioconda) que adotariamos uma menina e educariamos juntas (coitada dessa criatura....rsrs) Quando decidi que você viria ao mundo foi algo como: Então tá - vou adotar essa que Deus está me mandando.

Minha irmã é madrinha da minha filha desde o momento em que soube de sua pré-existência. (pré-existencia: é por sabermos que iria acontecer só não sabiamos como, nem quando...rsrs).

Tínhamos uma amiga que trabalhava em um abrigo para órfãos, e quando nos reuniamos para celebrar algo e no bate-papo eu acabava por soltar um:
- Eu não vou engravidar, nunca!
Ela falava que não precisava, quando aparecesse um bebê lá, ela iria colocar na minha porta, só para eu não conseguir dizer não. Mariza, sempre falava que bastaria eu ter um bebê em mãos, sob minha responsabilidade, que isso iria mudar. Eu nunca acreditava, afinal esse era o papo após algumas cervejas, mas veja você quanta sabedoria. Bastou ter minha filha para um milagre ser feito em minha vida.

Ela nasceu quando eu tinha 27 anos, já estava casada a 07 anos, havia viajado, dançado, beijado, passado noites em claro na gandaia - enfim havia vivido e me divertido.

Achei interessante colocar aqui o ponto de vista dela, sobre gravidez na adolescência, dito assim com suas palavras - parece mais fácil para ilustrar algo que os estudiosos não conseguem fazer os jovens entenderem. 

Uma coisa que sempre digo, é que filho não quer dizer que você não é homosexual (conheço pais de familia que tem relacionamento homosexual). 

Por isso aos meninos tá na hora de afirmar que ter filhos não significa ser macho, significa que não sabe fazer sexo com segurança.

Filhos não são para receber pensão alimentícia, são para se dar carinho e amor. São milagres que se apresentam em sua vida e exige que você reestabeleça suas metas. O que requer responsabilidade.

Eu sei que agora estou começando a ver meu bebê crescer intelectualmente. Ter suas próprias idéias, expor sua forma de pensar. Isso me realiza. 

Esse dialogo vem para ser parte da semana que gostaria de dedicar as mães, a todas as mães. Pois não cabe a nós reles mortais julgar quem quer que seja. Apenas temos que amar e zelar por quem queremos bem.

Muita Luz e Paz
Abraços

Pare de se boicotar e dê a volta por cima - Livro



A Juliana Ramalho que tem um blog delicioso de se ler, o Inquietações, postou alguns títulos que ela tinha interesse em trocar,  lá no facebook. Eu que tenho alguns livros na estante, topei e coloquei os títulos  para sua apreciação, ela demonstrou interesse por um, eu enviei a ela e pedi que ela escolhesse dentre os dois que gostei o que ela achava que mais se enquadraria comigo.


Sabe, o mais legal de ter lido este livro, além do trecho acima, eu JÁ estou seguindo a muito tempo, várias dicas que o autor dá. Sabe a sensação de que estou no caminho certo?

"Os problemas não desaparecem simplesmente porque envelhecemos, eles continuam a se manifestar e se tornam mais prejudiciais......Esse é o caso da agressividade. A raiva não vai embora; fica adormecida e explode nos momentos mais inapropriados." (assim sou eu...um ser em constante controle)

E o mais interessante eu e o autor temos uma história de vida similar, como ele, eu apanhava sem saber o motivo. Assim como ele, mudei totalmente minha vida, quando minha filha era pequena. O engraçado disto tudo é que na semana anterior eu havia falado exatamente sobre isso com minha filha (assunto do post de amanhã).

Se interessou? Eu sei que vale muito a pena. Agora vou empresta-lo a um amigo, que eu (no exercício ilegal da psicanálise) diagnostiquei como alguém que precisa muito desta leitura. Se você tiver paciência assim que ele ler nós podemos fazê-lo circular. Ok?

Muita Luz e Paz
Abraços

Tomate recheado


6 tomates cortado a tampa e sem as sementes
1 pacotinho de ricota que você vai temperar a seu gosto,
1 galinho de manjericão que colhi na horta
1 punhado de queijo muçarela ralado
1 colher de sopa de requeijão cremoso


Misture os ingredientes, recheie os tomates e leve ao forno pré aquecido por 20 minutos. Sirva a seguir com uma bela taça de vinho tinto. Posso afirmar fica delicioso, além de ser muito saudável.



Mas como eu consegui fazer essa maravilha??? Simples, primeiro veio a Mayara do blog O que Eu Ando Fazendo de Bom, e perguntou se eu já havia feito, que ficava delicioso e com baixa caloria, então lembrei-me que:

Estava eu navegando em um blog muito inspirador, outro dia e vi um receita linda (eu já a tinha até copiado e salvo na pasta "Receitas Saudáveis"....gente eu tenho isso....oh!!!). Claro que tive que fazer algumas adaptações para o (que tinha em casa) paladar, e coloquei coisas que gosto na receita, não respeitei as quantidades, pois eu queria fazer uma quantidade um pouco maior. Então se você precisar da receita exata é só visitar o Cozinhando com Josy que a receita está na integra aqui.

Eu sei que ficou delicioso e foi mega aprovadíssimo por meu núcleo. Então, eu indico a você fazer, não vai se arrepender, afinal você já sabe os benefícios do tomate para a saúde, se não lembra clica aqui e confere.

Gente deixa eu contar minha amiga Mayara, tem um post muito legal sobre os sapos que a gente tem que engolir e nos propõem uma reflexão bem legal. Passa lá e confere, é só clicar aqui.


Muita Luz e Paz
Abraços

O que eu estou fazendo de bom...


Eu estou de molho, veja você como é fácil perceber apenas olhando a foto, ao lado da televisão tem um tubinho de anti inflamatório que marido está aplicando no meu pé... o boné pendurado na cadeira não consegue ir para o banheiro sozinho, tem uma sacola sobre o rack esperando meu pé melhorar para ir para o lixo. Agora o que você não sabia mas vai descobrir, é que eu tricotei uma blusa de fio, costurei, experimentei, não gostei, desmanchei e estou tricotando outra...kkkk


E ficar de molho deu uma adiantada na blusa..... olha ela aí depois de pronta, se eu gostar eu mostro ela para você. E ainda conto como faz, já que estou usando agulha circular para não ter que costurar depois...rsrs (o mundo é dos espertos).

Estou feliz, nesta semana tive um tempo (forçado) para pensar em desacelerar um pouco, posso fazer em tempo maior tudo o que preciso, posso deixar de organizar a casa e me estressar com as coisas sem fazer. Posso sorrir e me divertir mais. Posso tricotar com a casa toda revirada, posso largar tudo e ficar só assistindo a televisão. Engraçado é que não me fez falta as coisas que não fiz. Sempre me achei feliz por ser útil o tempo todo. E hoje posso dizer que sou feliz mesmo sendo apenas alguém que passou a semana vendo filme, tv, lendo ou tricotando. Sem correria ou estress, apenas coexistindo com tudo a minha volta. Sendo mimada e amada por aqueles com quem convivo.

Vem ser feliz você também! Larga um pouco o lado sério da vida, não espera ela te forçar a isso. O mundo não para por termos louça suja na pia, ou roupa suja no cesto, não terminou o trabalho da faculdade? outra hora vc termina. O chefe está aguardando o relatório? Ok vc vai fazer, mas sem correria - tudo a seu tempo. Pare de abraçar o mundo - você é apenas humano e precisa ter um tempo para você. A vida é movimento e inercia - um não vive sem o outro. Portanto relaxe!


Muita Luz e Paz!
Abraços

Troquinha



Minha primeira troquinha...

Nunca havia participado, e funcionou assim: 

Eu mandei para a Zizi Santos minha parceira no Clube do Livro, para quem sempre mando os livros - ela uma mulher de lindos olhos azuis que mora na cidade maravilhosa, faz artesanatos  e distribui carinhos através de seu blog e do facebook (claro que esqueci de fotografar o que mandei...rsrs).

Quem mandou para mim foi a Marisa Clara, querida ZAZA do blog Mandalavita By Zazafranke,  uma artista plástica de grande criatividade, entre as diversas artes que ela faz tem o chapeu feltrado, um mais lindo que o outro. Se você ainda não conhece...tem que conhecer clica aqui e vá até a lojinha, vale a pena pois ela tem uma generosidade sem tamanho, mantendo no blog sempre PAP de coisas lindas.


E eu agora vou ter que participar de todas as Blogagens Coletivas de Esmaltes da Fernanda Reali, pois vejam quantas cores diferentes ganhei.....
Minha sócia (filha) já estreou uma das cores....eu posso??? 
Mas como ela diz:
- Mãe tudo o que é meu, é meu. Mas o que é teu, é meu também.

Zaza mimou-me por demais. 
Obrigada querida amiga!


Muita Luz e Paz!
Abraços

Meu dia de Bailarina...

Não, eu não dancei balé, apenas Lesionei-me tal qual uma bailarina. Na segunda-feira, caminhando de loja em loja pelo calçadão da Rua XV de novembro em Curitiba (cidade que ficou em terceiro lugar com as melhores calçadas do Brasil) eu pisei com a ponta do pé em uma depressão, a dor foi tão forte, que quase perdi os sentidos. Senti como se alguém tivesse pego meu pé e torcido. 

Como uma das minhas especialidades é cair, eu gritei (não sei o que, e nem lembro - mas não foi palavrão) e larguei o corpo todo no chão sem tentar resistir. Abracei a perna esquerda e por ali fiquei alguns minutos que para mim pareciam horas. 

Enquanto minha filha, que estava ao lado se partia de dar risada (eu entendo isso acontece comigo também) - ao se conter, ela perguntou se eu estava bem e como poderia ajudar, levantei sem por o pé no chão e me dirigi até um mesinha que pertence a uns barzinhos que atendem ali. Sentei-me e elevei a perna - chamei o garçom pedi uma agua mineral, respirei e fui tomando a agua aos poucos..... até que minha visão começou a voltar, a nuvem negra da dor sumia aos poucos - e segundo minha filha meus lábios voltaram a ter uma cor.

Quando olhei para o lugar exato onde cai, não podia acreditar, tão pequena era a depressão onde meus dedos ficaram presos causando-me tamanha dor. Recuperada tentei colocar o pé no chão e percebendo que a dor já não era tão forte, caminhei até um ponto de taxi, onde haviam 2 (dois) carros estacionados, mas os motoristas não estavam nem dentro, quem dirá por perto. Eu fui abordando todos na rua, para saber se alguem sabia dos taxistas até que surgiu um na rua eu me dirigi a ele e contratei uma corrida até a clinica de fraturas mais próxima, que estava fechada - fui a um outro hospital entrei mancando expliquei a situação a recepcionista que me indicou sair do hospital e dar a volta para entrar pela emergência.... Pensei se posso andar até lá, vou para casa. E foi o que aconteceu.
Esse aí em cima é meu pé no feriado, um dia após a torção, um pouco de dor mais nada desesperador. Como conseguia andar creio que não quebrei.
Aqui, para você conseguir comparar um e outro a lesão foi apenas na parte do tornozelo, hoje quase indolor, mas ainda não estou dando bobeira. Estou com a perna elevada e caminho apenas o básico do quarto para a sala, do sofá para o banheiro e mesmo assim bem devagarinho. Se amanhã a coisa ainda não estiver boa lá vou eu enfrentar a emergência. Por enquanto Dra. Adelaide (no exercicio ilegal da medicina) decidiu que pode esperar e fazer bastante escalda pé e spray anti inflamatório.

Bem estou contando está longa história para ilustrar o seguinte:

Outro dia conversando com o "Criador" eu agradeci por ele me permitir caminhar por tudo, que eu amo muito isso e sei que ele já percebeu. Mas depois que aconteceu, pensei:

- Tá legal. Você queria que eu desse um tempo e conseguiu. Vou obedecer. 

Por isso hoje estou agradecendo esta pausa em minhas correrias (nem fui atras de emprego ainda), e estou combinando com "Ele" que ser bailarina é uma profissão muito sofrida, vou me reprofissionalizar mas não vou tentar o balé. Acho que "Ele" achou que eu daria muito trabalho para os Anjos da Guarda, isso sem contar nas inumeras promessas para perder toneladas - e tá ligada que "Ele" teria que me emagrecer sozinho....rsrs Afinal eu tento - não tento - tento.

Eu sei, o post foi longo, mas eu ainda quero saber. E você, como está lidando com as pequenas fatalidade que acontecem na vida? Continua se desesperando ou já aprendeu que não adianta. Tem que aguardar. Ficar feliz em ter a chance de poder (depois) correr atras da diferença?

Muita Luz e Paz!
Abraços

Um sábado normal...

Talvez, você veja apenas as sombras, ou quem sabe o céu cheio de nuvens, num sábado de outono. Eu vejo alguém que amo, em um dos momentos "comercial de margarina", com o quarto elemento, ambos apreciando o movimento (quase totalmente ausente) restrito a apenas uns 3 ou 4 cachorros de rua que ficam andando por ali. 

A Pérola não sobe sozinha no muro, é colocada lá. Para que consiga ter uma "visão além do alcance", e é incrível ver como ela pede para ele por isso. 

Se eu me aproximo do portão ela não me aborda, mas se é ele que está lá, ela vai e fica resmungando e dando a patinha. Isso na minha vida é um sábado normal. 

E o seu sábado normal é tranquilo, ou é cheio de correrias, adrenalina e atribulações, que quando está tranquilo é algo anormal?

Muita Luz e Paz
Abraços

Dia do Trabalho



Eu sei, hoje é dia do trabalhador e a maioria das donas de casa vão continuar trabalhando, nesta "classe" não existe feriado. Sei também que se você cara amiga trabalha fora a semana inteira, é justamente no feriado e final de semana que aproveita para descansar dando uma geral na casa.





Eu sei que existem os meninos que também são donos de casa e fazem seu trabalho de forma impecável....afff!! meus sais....  

Sei que existem profissionais que estão trabalhando hoje, pois não podem parar com suas atividades. Pois, são imprecindiveis em nossas vidas (como médicos, enfermeiros, porteiros, zeladores, seguranças, policiais e etc....são inumeras não daria conta de citar todos)

Mas neste feriado eu quero apenas deixar registrado meus desejos: 



  • Que o feriado seja pleno e repleto de alegrias! (tanto para quem estiver de folga, quanto para quem estiver trabalhando)
  • Que você, dedique uma parte deste dia ao ócio (nem que seja apenas 15 minutos, depois que chegar em casa), relaxe o corpo, eleve as pernas e deixe sua mente ficar a deriva, apenas re-la-xe (não pense em nada). Assim suas energias irão se fortalecer e você conseguirá dar sequencia a tudo aquilo que realmente precisa ser feito.


Feliz Dia do Trabalhador!

Muita Luz e Paz
Abraços


Blog protegido

myfreecopyright.com registered & protected

Visualizações

Categorias