Confesso

Eu Li

sabe quando eu vejo muita polêmica envolvendo um livro, não me chama a atenção. Mas quando essa polêmica é motivada por mulheres independentes e resolvidas, que se dizem apaixonadas por um personagem de uma trama, cuja propaganda é de ser sadomasoquista.
Acabou que me convenci e Eu Li.
Cinquenta Tons de Cinza - agora eu entendo o que está virando a cabeça das mulheres, e me desculpem o palavreado mas, não é a foda com força ou os brinquedos sexuais, confesso que eu esperava um descrição mais apimentada das cenas envolvendo sexo.

Teve blogueiro dizendo que só quem gosta são mulheres mal comidas e mulheres que não leram (ou apenas começaram) também falando um monte. Confesso (mais uma vez) que me manifestei em vários destes grupos pois não entendia, pelo o que as pessoas falavam, este livro deveria ter sido escrito por um homem. Estava complicado para minha cabeça, num momento de luta para criminalização da violência gratuita contra a mulher um livro sobre um sádico exercer tanto poder sobre o imaginário feminino.

Então, minha amiga de trocas Geise, ofereceu-me (por empréstimo) seu livro e eu aceitei, vamos ver no que vai dar, foi o que pensei na hora...


Percebi que todos os homens deveriam ler e aprender com Cristian Grey, a realizar o sonho da maioria das mulheres, calma não estou falando em dar (Mac book, smartphone, um Audi) só presentes caros (marido eu vou adorar ganhar um Audi A1 - você viu que eu PRECISO). Estou falando no básico que TODA a mulher deseja. Homens caneta e papel na mão que eu vou dar o mapa da satisfação feminina (que está no livro).

  • Ser educado em todos os momentos
  • Perguntar sempre se está tudo bem e interessar-se por como a parceira está se sentindo
  • Preocupar-se em dar prazer a sua parceira sempre e várias vezes.
  • Presentear sempre (independente de data) com aquilo que a mulher precisa (e nem precisa comprar roupa no número exato- mas que seria maravilhoso se uma vez só na vida acertassem o modelo, a cor e o tamanho, isso seria
  • Preocupar-se com a saúde de ambos e da relação
  • Abrir a porta do carro sempre (não apenas no primeiro encontro)
  • Levar a restaurantes de qualidade e pedir com parcimônia e educação - sem importar-se com o valor do "investimento" (sim tem homem que investe um monte na conquista e depois quer passar a delivery de pizza por ser mais barato)
  • Nunca beber exageradamente
  • Sempre tomar a frente em casos embaraçosos ou difíceis - e soluciona-los com educação - nunca partir para a ignorância.
  • Transmitir segurança em sua forma de agir
  • Saber nunca é demais mulher adora homem que SABE


E assim, confesso que em minhas relações com minha família ou com o marido - EU SOU Cristian Grey. Calma eu não bato em ninguém, não redigi um contrato escrito que os outros são submissos a mim, também não tenho brinquedinhos sexuais e nem um "quarto vermelho da dor". Apenas  preocupo-me com aqueles que eu amo. 

  • As refeições são sempre respeitando a seguinte regra - come-se primeiro o que faz bem e depois o que gosta. (no livro ele pretende determinar o que ela irá comer - aqui eu faço isso. Estou sempre antenada para alimentos que nutrem sem prejudicar a saúde)
  • As consultas médicas são marcadas por mim eu acompanho tudo e faço ser cumprido toda a rotina de exames e o tratamento necessário. (No livro ele também faz isso)
  • Quando remédios são receitados eu antes pesquiso e confiro se não vai intervir com outro que está sendo tomado ou com a situação da saúde de meu familiar.
  • Quem bebe em demasia em minha companhia arrepende-se amargamente no dia seguinte pois eu uso todos os artifícios para mostrar-lhe o erro cometido, isso por um longo período.
  • Ensino o comportamento adequado e sempre explico o que eu espero da situação - assim não temos tantos problemas - podemos até divergir, mas resolvemos com dialogo de forma simples, sem grandes alardes (atualmente).
  • Sou lógica e se a pessoa não quer conviver assim é simples basta não se relacionar comigo.
Você quer saber se o livro é bem escrito, se dentro do nosso português possa ser utilizado em sala de aula - esqueça tradução péssima e é uma ficção, tem alguns erros de concordância. Mas se você gostou de ler a série Crepúsculo você vai gostar deste livro. 
E mais,  sou favorável a todo o tipo de leitura - não sou do tipo elitista - que acredita que para gostar desta ou daquela leitura (ou autor) somente pessoas que não foram apresentadas a bons escritores (vi isso no face e me revoltei)  O importante é LER o que quer que seja, nem todos tem o mesmo gosto por leitura. Quem diz que não gosta de LER é por não ter encontrado o seu estilo, não tentou tudo.

Bom espero aqui ter desmistificado todo o mimi em torno deste livro, com pessoas falando horrores e outros aclamando. Os que aclamam você sabe agora o motivo. Os que não gostaram não leram, ou se leram não conseguiram deixar de lado o preconceito para extrair o "lado bom" e tentar entender "o que" exatamente está fazendo este livro ter tanto sucesso além do marketing.....rsrs

Tenha uma semana iluminada e repleta de realizações
Muita Luz e Paz
Abraços 
Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

20 pessoas me fizeram feliz, falta só você:

Casa das Bonecas de Pano de Ipiabas publicou o comentário número:

Bom dia minha amiga Adelaide, como está você se gostou do livro deve ser muito bom. tenha um lindo dia bjs da Leila

Juliana publicou o comentário número:

Olá,não aguentei e passei aqui para deixar a minha opinião.Gostei do jeito como vc escreveu,tudo bem detalhado e quem tinha dúvidas sobre o livro com certez algumas conseguiu tirar.Eu tenho o livro faz algum tempo mas como são três e eu quero conseguir ler a trilogia de uma vez só ando enrolando pois tenho outros que tembém quero ler e acabo lendo os outros que são um só,mais com certeza depois desse resumo eu vou ler o mais rápido possível...Só me frustei que diante das explicações eu também sou o Cristian Grey :( pelo meu jeito de ser...
Só mais uma coisa,também concordo que o importante é a leitura,não podemos julgar,como tudo na vida o que é bom pra mim pode não ser pra vc,e o estilo de leitura ou autor que eu gosto vc pode não gostar,já cansei de ler livros que outras pessoas não gostam,e vice versa...
Divulgar a leitura é sempre bom!Parabéns.
Juliana

Sheyla - DMulheres publicou o comentário número:

Aelaide

Perfeito seu post sobre o livro, aprabéns!! Li apenas o 1º da trilogia e gostei muito. Deveria ser livro de cabeceira de (quase) todos os homens.
Não acho que o livro denigre a imagem da mulher, de forma alguma, ao contrário, Sr Grey, enaltece a mulher. Eu tenho muito de Sr. Grey dentro de mim (duplo sentido)kkk
Bem, estou esperando dindin pra comprar os outros dois.

mil bjos e excelente semana.

Josy publicou o comentário número:

Adelaide querida saudades de vc. Bom estar de volta e rever os blogs amigos. E ja comecei bem amiga, tive uma rápida e detalhada informação desse polêmico livro. Gostei muito do post. E com certeza vou lê-lo também. Bjos miga uma ótima semana

Mamãe Nádia publicou o comentário número:

Adorei tua opinião. Eu li o primeiro livro logo que foi lançado, eu nem sabia sobre o que se tratava...comecei a ler e gostei, mas depois que descobri sobre o que se tratava parei, não gostei. Mas concordo contigo, que o que chama atenção das mulheres é o fato de ser cuidada e bem tratada, e não a pancadaria em si.
Beijos!
Não esqueça que agora estou somente com este blog aqui: www.asosmamaenadia.com

Adriana Balreira publicou o comentário número:

Amei o teu post. Eu não li ainda esse livro. Se pretendo? Comprar eu não compro! Se eu ganhar vou ler com muito prazer sim! É um livro como outro qualquer e não tem mesmo isso de quem gosta dele é porque não leu os autores bons! Não tem isso. Livro também tem muito do que vc espera por ele! Se fazem muita propaganda a pessoa já vai esperando muito e acaba se decepcionando. Por isso muita das vezes não gosto de ler os muito aclamados. Também não sou parametro para isso. Meus gostos literários são loucos como eu!
Mas voltando aos 50 tons, amei a sua colocação. Foi a primeira resenha que amei e concordo com tudo! Parabéns! Devia fazer mais resenhas!
beijos
Adriana

Sílvia publicou o comentário número:

Oi amiga,
já estou no terceiro livro dessa trilogia, no começo me surprendi co a forma do Sr. Grey se preocupar em dar tanto prazer a sua submissa, que agora já se tornou seu amor, sua forma mesmo a de sexo baunilha me renderam noites maravilhosas kkkkk.
achei uma leitura interessante, e sou daquelas que lê tudo para depois analisar o perfil dos personagens, no segundo e terceiro veremos a mudança que ocorre nesse homem e entende-se a sua obsessão por comandar.
Bjs.
Silvia.

Beatriz Paulistana publicou o comentário número:

Boa noite minha amiga e Pérola Adelaide!!!
Ainda não terminei o livro. Pretendo em breve. Adorei seu post, muito me alegra ver sua opinião sobre o livro. Do pouco que li (até página 284) entendo e compreendo seu posicionamento. Parabéns por tão bela visão e descrição do livro.
Tenha dias felizes...
Bjokas...da Bia!!!

MARCIA publicou o comentário número:

Adorei as suas impressões sobre o livro;
Outro dia eu me perguntei o motivo por eu estar
me "viciando" nessa leitura e concluí que o fascínio está nas
gentilezas de Christian Grey...
na disciplina e na preocupação com o
bem-estar da companheira, isto é lindo,
é encantador! Adorei suas dicas para os homens.
Parabéns!

She publicou o comentário número:

hahahahaha adorei!
Mas em minha mais modesta opinião o que envolve a trilogia é muito mais que um Sr. Grey educado. Acho que não é um conto de fadas, esse é o ponto que me cativou, principalmente lendo a trilogia toda vamos ver que o Sr. Grey comete falhas, algumas muitas falhas, além do problema que ele tem sexual, psíquico e moral que já fica bem claro no primeiro volume. Não, não estou dizendo que quem gosta de sadomasoquismo tem problema, claro que não! Entre quatro paredes vale tudo que dê prazer desde que os envolvidos concordem. Essa é a questão no meu ponto de vista, já que estou terminando de ler o terceiro volume da trilogia, é uma história envolvente perto do real - ou até mesmo real para muitos e muitos casais por aí - e que vai na contramão do conto de fadas e fala muito mais que "fuder com força". O terceiro volume é maravilhoso cheio de emoções e suspenses! Recomendo a leitura da trilogia toda, os três volumes! E não apenas um! E ainda digo mais, tem que ser lido em sequência, não adianta começar pelo segundo ou terceiro que as pessoas não vão captar a questão como um todo. :) As coisas têm começo, meio e fim, inclusive trilogias! Inclusive Cinquenta Tons!
Beijo, beijo
She

Neli Rodrigues publicou o comentário número:

Post inteligente sempre!
Vc fez uma colocação diferente e divertida, gostei do seu ponto de vista.
Já li os 3 livros e gostei mto.
Faz mto tempo que passei da fase de só querer ler livros ditos inteligentes.
Eu quero mais é me divertir, distrair a cabeça.
Apesar de falarem tanto da parte sadomasoquista o que mais gostei foi do romance, que quase não é mencionado pelos críticos do livro.
Não deixe de ler os outros 2 livros.
Bjs

Adriana Cristina publicou o comentário número:

Oi querida, seu blog é muito instrutivo, recebe suas postagens sempre por e-mail e gosto da cultura que elas trazem eu e a minha filha tb gostamos muito de ler, principalmente a filha!
Obrigada por seu carinho lá no meu bloguinho tá?
Um 2013 cheio das bençãos de Deus p/ vc e sua família!!
bjks!!

Bruna publicou o comentário número:

Eu gostei muito do seu post, mas em relação ao livro minha opinião é contrária.
Adorei os aspectos positivos que vc citou, mas pra mim os negativos foram mais evidentes.

Megaa bjoo
;*

Lia Gloria publicou o comentário número:

Adelaide, ando relutante em ler este livro. exatamente pelo motivo que citaste, é tanto bafafá em torno e eu tenho receio de me decepcionar. aconteceu isso com A cabana, não gostei.

Escreveste com muita lucidez, o que me faz repensar.
e como tenho lido muito pouco, depois que criei o blog, estou disposta a retomar o hábito urgentemente.

Muito bom ouvir tua opinião, obrigada!

bjs

Geh publicou o comentário número:

P_E_R_F_E_I_T_OOOOOOOO!!!
Uau!! Nunca tinha imaginado o livro por esse ponto. Amei sua resenha. Achei um pouco detalhado demais algumas partes,confesso(do livro).Mas gostei da história. E depois desse post me deu vontade, (a qual não tinha) de ler os outros dois.
Parabéns, você escreveu muito bem, explicou de uma forma maravilhosa!
Amei!

Bjus bjus!

Aaliyahrj publicou o comentário número:

Peguei o livro emprestado e comecei a ler por curiosidade. Nem terminei, pois não gostei. Na minha opinião, parece aqueles romances antigos de jornaleiro. Acho que a mídia fez muito alarde devido ao tema.
Bjoks

Mayara publicou o comentário número:

Oi Adelaide, eu sou daquelas pessoas que não lê um livro só pq todo mundo tá falando dele rsrs Parece que vou ser influenciada! To esperando passar a "modinha" para ler com "olhos livres". Mas gostei da sua descrição animei de ler! um beijo!

Jussara Neves Rezende publicou o comentário número:

Adelaide, eu havia escrito um comentário e na hora de postar ele apagou, acredita? Aff.. Mas o que eu dizia é que não deixaria de ver seu comentário sobre o livro, mas que o que mais gostei mesmo foi o "mapa da satisfação feminina" que vc extraiu da obra. Amei! Suas semelhanças com Cristian Crey tb são interessantes e... quer saber? Acho que nesses sentidos tb sou bem parecida..
;)
Abraço,
Jussara

patty publicou o comentário número:

Qual é o problema com esse livro, afinal? Até parece que ninguém nunca leu Julia ou Sabrina... (isso ainda existe?) E como vc disse, para encontrar um homem assim, só casando com uma mulher. Aliás, detesto que abram a porta para mim, não sou aleijada. E posso muito bem pagar as minhas contas. Se eu ganhasse um carro, recusaria na mesma hora. Bjs.



Blog protegido

myfreecopyright.com registered & protected

Visualizações

Categorias