Sobre o tempo...


Esse texto eu trouxe para partilhar com vocês por achar que tem tudo a ver comigo, será que tem algo em comum com o momento que você está vivendo?


Tempo que foge!

Ricardo Godim
Contei meus anos e descobri que terei menos tempo para viver daqui para frente do que já vivi até agora.
Sinto-me como aquele menino que ganhou uma bacia de jabuticabas.
As primeiras, ele chupou displicente, mas percebendo que faltam poucas, rói o caroço.
Já não tenho tempo para lidar com mediocridades.
Não quero estar em reuniões onde desfilam egos inflados.
Não tolero gabolices.
Inquieto-me com invejosos tentando destruir quem eles admiram, cobiçando seus lugares, talentos e sorte.
Já não tenho tempo para projetos megalomaníacos.
Não participarei de conferências que estabelecem prazos fixos para reverter a miséria do mundo.
Não vou mais a workshops onde se ensina como converter milhões usando uma fórmula de poucos pontos. Não quero que me convidem para eventos de um fim-de-semana com a proposta de abalar o milênio.
Já não tenho tempo para reuniões intermináveis para discutir estatutos, normas, procedimentos parlamentares e regimentos internos.
Não gosto de assembléias ordinárias em que as organizações procuram se proteger e perpetuar através de infindáveis detalhes organizacionais.
Já não tenho tempo para administrar melindres de pessoas, que apesar da idade cronológica, são imaturos.
Não quero ver os ponteiros do relógio avançando em reuniões de "confrontação", onde "tiramos fatos a limpo".
Detesto fazer acareação de desafetos que brigaram pelo majestoso cargo de secretário do coral.
Já não tenho tempo para debater vírgulas, detalhes gramaticais sutis, ou sobre as diferentes traduções da Bíblia. Não quero ficar explicando porque gosto da Nova Versão Internacional das Escrituras, só porque há um grupo que a considera herética.
Minha resposta será curta e delicada:
— Gosto, e ponto final!
Lembrei-me agora de Mário de Andrade que afirmou: "As pessoas não debatem conteúdos, apenas os rótulos".
Meu tempo tornou-se escasso para debater rótulos.
Já não tenho tempo para ficar explicando aos medianos se estou ou não perdendo a fé porque admiro a poesia do Chico Buarque e do
Vinicius de Moraes; a voz da Maria Bethânia; os livros de Machado de Assis, Thomas Mann, Ernest Hemingway e José Lins do Rego.
Sem muitas jabuticabas na bacia, quero viver ao lado de gente humana, muito humana; que sabe rir de seus tropeços, que não se encanta com triunfos, não se considera eleita para a "última hora"; não foge de sua mortalidade, defende a dignidade dos marginalizados, e deseja andar humildemente com Deus.
Caminhar perto delas nunca será perda de tempo !!!




Muita Luz e Paz!

Abraços





Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

9 pessoas me fizeram feliz, falta só você:

Má! publicou o comentário número:

Lindo esse texto, é bem verdade e faz a gente refletir sobre como estamos vivendo!

Bjo bjo

Jô Turquezza publicou o comentário número:

A minha frase atual é:
Não tenho mais "tempo hábil" para coisas e pessoas que não gosto! E ponto!
É isso, adorei seu texto.
Bom finde.
Beijos.

Liliane publicou o comentário número:

Oi Adelaide
que texto sábio....
é tempo mesmo de saborear as jabuticabas com calma.
grande abraço, querida

Josy publicou o comentário número:

Mais uma pessoa em comum com esse texto. Eu. ótimo texto, tudo a ver com a vida como ela realmente é, e não como tentam pintar. Beijinhos amiga, ótimo final de semana

Patricia Helena publicou o comentário número:

É bem isso mesmo. Eu tenho muitas jabuticabas, mas elas apodrecem rapidinho.
Bjs.

Liliane de Paula publicou o comentário número:

Eu penso que faria tudo exatamente igual ao que fiz até então, Adelaide.
A gente munda, porque o mundo ao seu redor, também mudou.

Pepa publicou o comentário número:

Sabe que ando nessa toada né ?

aff, tão cansada de rótulos, estou precisando de mais conteúdo e tenho buscado isso...

O tempo é ingrato (ou não, depende de como usamos né ?)
E ontem eu tinha vinte anos, hoje beiro os quarenta e estou numa crise , srsr nossa, estou finalmente chegando nos enta...

E ficar perdendo tempo com bobagem ? Não mais, não sei quanto tempo ainda tenho, vou gasta-lo da melhor forma possível !!!!

Bjus 1000 linda e um finde maravilhoso prá ti !!!

Beatriz Paulistana publicou o comentário número:

Boa noite querida amiga e Pérola Adelaide!!!
Sim, seu texto caiu como luva para mim, pelo menos em boa parte...
Adorei!!!
Tenha um final de semana feliz e abençoado.
Bjokas...da Bia!!!

Neli Rodrigues publicou o comentário número:

Certa vez tb postei este texto no meu blog, pois ele diz tudo é fantástico.
Faz um tempo que me encontro concordando plenamente com tudo o que ele diz.
Bjs



Blog protegido

myfreecopyright.com registered & protected

Visualizações

Categorias