O herói do dia (sábado 18/05)

Após visitar minha mãe que havia sido internada, no sábado decidi retornar para casa no final da tarde.

Cheguei na rodoferroviária às 16:45  para embarcar no ônibus de 17:10, caso houvesse lugar, carro lotado. Comprei passagem para as 18:10 e fui sentar-me próximo a uma banquinha, lugar onde tem bastante circulação de pessoas (acho mais seguro), em uma fileira de 6 cadeiras. Um rapaz estava na primeira, eu sentei-me na sexta e coloquei minha mochila na cadeira ao meu lado. Veio um senhor e sentou ao lado da minha mochila, ele tinha duas sacolas e estava comendo rosquinhas de polvilho com café. 

Ao sentar-me comecei a ler. Alguns minutos depois o rapaz levantou e percebi que deu uma moeda ao homem que estava ao meu lado. Continuei minha leitura. Por ficar ao lado de uma porta de entrada, todo mundo que passava ali, pensava que era posto de informações, volta e meia alguém perguntava:
- onde compra passagem para....ou 
- Onde embarcar com destino à.... e eu prontamente interrompia minha leitura e dava a informação. 
Numa destas interrupções o senhor ao meu lado puxou conversa, visivelmente era um morador de rua, e tinha uma energia positiva. Fechei o livro, dei-lhe atenção. Ele me contou varias coisas de sua infância e sua vida, sem lamurias, quando ele se despediu dei-lhe algumas poucas moedas que tinha e desejei a ele felicidades, ao fazer isso sorri, mas sorri de guarda totalmente baixa e ele ao perceber isso voltou...
Tive a sensação que mudou sua energia e ele veio com umas conversas estranhas, eu me ajeitei na cadeira e sorri, por cima de meu ombro percebi a sombra de alguém, mas não tive medo da pessoa que estava atrás apenas senti que devia me precaver com a pessoa que estava a minha frente. Ele viu que eu tinha olhado e olhou também para o mesmo lugar que eu, ficou sem graça, repetiu uma piada sem graça, sorriu se despediu cheio de pompa e educação, apertando minha mão, saindo rapidamente.

Então a energia do lugar voltou a ficar boa. Olhei para o lado e sorri para a pessoa que ali estava. Era uma pessoa que trabalha na Fiscalização da URBS. Ele retribuiu meu sorriso e falou:
- De médico e de louco....
- Todo mundo tem um pouco - eu completei.
- Porém alguns são divertidos e outros violentos - ele falou, já saindo dali.
- Eu prefiro os divertidos - falei rindo.
- Eu não sabia qual era a dele, por isso parei ali.


Constatações:
- A mudança de energia que eu senti na pessoa que estava ao meu lado o fiscal também sentiu - ele iria fazer algo e mudou de idéia quando viu que se complicaria.
- Meu Anjo da Guarda nunca me abandona, e toma as mais variadas formas.
- Preciso dar mais atenção a minha capacidade de perceber a energia alheia.

Sou imensamente grata a este herói do dia. Que me fez ter um sábado maravilhoso e ainda uma história para contar.
Quer saber se vou parar de dar atenção as pessoas que me transmitem boas vibrações? Não! Não vou. Apenas vou prestar mais atenção na hora que sentir que essa energia muda. Para evitar problemas. Meu sexto sentido funciona. 

Desejo ao fiscal que me ajudou, vida longa e plena de alegrias e saúde. E ao senhor que fez meu tempo passar mais rápido que Deus o ilumine e que ele consiga se manter na linha do bem.

E a você pessoa querida desejo uma vida repleta de harmonia e amor.
Muita Luz e Paz

Abraços


Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

11 pessoas me fizeram feliz, falta só você:

Kellen Bittencourt publicou o comentário número:

Que legal Adelaide, ainda bem que ele mudou de ideia e que esse fiscal estava lá p te dar uma força, precaução hoje em dia nunca é demais, infelizmente quem vê cara não vê coração, certamente ele te sensibilizou primeiro p te desarmar e depois dar o bote! Ainda bem que nada aconteceu! Espero que sua mãe esteja bem! Bjooooss

Mamãe Nádia publicou o comentário número:

Nossa amiga, quanta coisa você passou nos últimos dias...Mas ainda bem que teve esse pequeno momento com boa energia nesse dia.
Tenha um ótimo final de semana!
Beijos!

www.asosmamaenadia.com

Adriana Balreira publicou o comentário número:

Ufa, ainda bem que tinha esse fiscal para te proteger. A gente não pode mesmo se descuidar da energia que está em volta da gente. As vezes fico bem dispersa. É bom ficar mesmo atenta a tudo. Que bom que não houve nada com você.
Beijos
Adriana

Neli Rodrigues publicou o comentário número:

Nosso anjo da guarda usa dos mais diferentes "veículos" para nos ajudar.
Adelaide, um dia a gente tinha que se conhecer pessoalmente...sonâmbula tb? Menina, a gente ia ter tanto assunto pra conversar.
Bjs

Bethy Silva publicou o comentário número:

Oi querida, então... tenho o mesmo problema! O pior é quando voce tem alguém assim na familia...voce passa anos e derepente... descobre que certa pessoa só queria o teu mal,te inveja, te odeia e te envenena para outros (que deveriam pelo menos te dar um toque!) uma decepção com a pessoa e acima de tudo comigo mesma, como pude ser tão tolinha e não perceber? Não tenho a percepção aguçada, definitivamente. Sempre me engano, com tudo e todos, incrivel! E quando um dia voce comentou que tudo para voce é mais dificil... sei bem o que é isso, me tocou fundo, pois comigo é assim.Achava que era coisa da minha cabeça, mas percebi que voce foi sincera, mesmo fazendo um comentário passageiro. Querida, boa sorte, adoro seus posts, tenho uma amiga de "alma"...
Bethy Silva/SP

Jô Turquezza publicou o comentário número:

Oi amiga, eu sou um pouco assim. Trato qualquer pessoa muito bem, às vezes não percebemos o lado ruim de algumas delas.Mas,graças a Deus, tenho tido mais alegrias do que frustações e medos. Você teve um anjo da guarda a seu lado, que bom!
Tenha um lindo finde.
Beijos.

Patricia Helena publicou o comentário número:

Vc já notou que sempre que tem um livro na mão, muita gente quer conversar e vc não consegue ler? E qdo não tem nada para fazer, ninguém aparece para conversar?

Faniquito publicou o comentário número:

Aiii amiga, q mundo é esse nosso,né !!!

Te entendo , eu já fui muito assim de dar atenção as pessoas e sem fazer distinção mas mudei aos poucos pois sei q o nosso mundo tá muito louco. De fato , teu anjo da guarda te ajudou pois sabe-se lá o q passou na cabeça do sujeito.

Tb tenho minhas intuições e sempre q não as sigo entro pelo cano hehehe

Beijinhos
Ana

Luci Cardinelli publicou o comentário número:

Precisa mesmo estar sempre atenta pois nunca sabemos de onde o mal pode surgir. Mas anjo da guarda não cochila ;)

beijo e ótima semana!!

Beatriz Paulistana publicou o comentário número:

Boa noite querida amiga e Pérola Adelaide.
Você é realmente especial.
Ainda bem que tudo acabou bem.
Amiga e sua mãe?
Espero que esteja melhor. Estou sempre me lembrando de vocês em minhas orações.
Dê um abração de urso nela por mim. Obrigada.
Tenha uma semana repleta de alegrias e boas realizações!!!
Bjokas...da Bia!!!

Luciana. publicou o comentário número:

Nossa Adelaide, lendo teu relato deu um medinho, sei lá, tem muito louco mesmo por aí. Eu estou sempre de olho em tudo na volta, chega a ser tenso... mas fazer o que esse mundo anda tão doido, confio muito em Deus e peço sempre que Ele me guarde, mas também ajudo Ele ficando sempre atenta.
Que Jesus Cristo continue sempre te protegendo e iluminando teus caminhos.
Bjos, Lú.



Blog protegido

myfreecopyright.com registered & protected

Visualizações

Categorias