Jovens Adultos - Filme

Na terça-feira assisti com minha filha o filme "Jovens Adultos" com Chalize Theron. Lá pelas tantas ela chegou a seguinte constatação:

- Nossa ela pensa como adolescente!
- Exatamente! Ela não amadureceu, ficou presa em uma etapa da vida. É disso que eu comento no quesito relacionamentos. Acabou. Enterra e sai para a vida. A gente tem que ser feliz.
- Tá mãe! Mas eu posso pensar como adolescente. Eu sou adolescente!
- Impossível filha você nasceu adulta.

Então, ontem saímos para a nossa caminhada de fim de tarde, rolando altos papos. Com ela me pedindo dicas e lá pelas tantas eu falei:
- Agora chega! Já dei todas as dicas. Daqui até em casa vou ser sua mãe, não vou  ser adolescente!
- Impossível mãe! Eu sou o adulto na nossa relação!

Odeio quando ela usa meu veneno contra mim....
Anotação pessoal, cuidar mais com o que eu falo.

Sinopse e detalhes

Divorciada, a escritora Mavis Gary (Charlize Theron) retorna para sua cidade natal no estado de Minnesota, nos Estados Unidos, disposta a reconquistar seu ex-namorado, Buddy Slade (Patrick Wilson). Acontece que ele, atualmente, está casado com Beth (Elizabeth Reaser) e acaba de ganhar uma filha. Mesmo assim Mavis não desiste, já que acredita que Buddy na verdade está infeliz e quer retornar para a mulher dos seus sonhos, ou seja, ela.(tirei daqui)
Sobre o filme, embora esteja classificado como comédia, talvez alguns dêem altas risadas, eu achei um drama, não daqueles que nos fazem chorar, mas aqueles que nos levam a pensar. 

É muito triste quando alguém não consegue dar sequência a sua vida e fica travado em uma época. Deixando de valorizar tudo o que conquistou.  Achando que a felicidade está em outro lugar.

Essa semana no facebook o Mauj Alexandre Imamura comentou sobre pessoas que só lamentam oportunidades perdidas, e talvez por isso, no filme foi o que me chamou a atenção. 

Ah! Ele tem um blog que eu te recomendo ir conhecer.. Lost in Japan tem relatos ótimos onde ele nos mostra um pouco do Japão e de sua realidade no dia-a-dia, dentro de toda a riqueza cultural desta terra distante.  Clica aqui o prazer da visita é garantido sem contar que ultimamente ele está virado na Palmirinha. Dando receitas incríveis. (rsrs)



Muita Luz e Paz
Abraços


Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

8 pessoas me fizeram feliz, falta só você:

Beatriz Paulistana publicou o comentário número:

Bom dia amiga e Pérola Adelaide!!!
E nossos filhos são nossas bençãos.
Amo!!!
Adorei a dica do filme.
Agora vou lá conhecer o blog do Mauj.
Tenha uma feliz e abençoada semana!!!
Bjokas...da Bia!!!

Fazendo arte publicou o comentário número:

Hahahhahaha!!! Esta menina é fogo!!! Te cuida, Adelaide!!
Beijinhos, Lu

Calma que estou com pressa! publicou o comentário número:

oi Adelaide
morri de rir agora
1 a 0 pra ela , mas que menina esperta - adoro ter papos com adolescentes assim
bjs
lu

Neli Rodrigues publicou o comentário número:

Eu aaacho que já vi este filme, mas não lembro direito, mas vou vê-lo, pra recordar ou ver pela 1ª vez.
Bjs

Josilene publicou o comentário número:

Adorei a dica do filme e do blog .Ôh! menina danadinha,sua filhota né!kkk bjs

Jô Turquezza publicou o comentário número:

Filhos surpreendem rsrsr
Nos faz pensar!
O blog do Ale é ótimo, adoro!
E ele é um amigo muito querido e fofo, né?
Beijos.

Patricia Helena publicou o comentário número:

Ah eu li um livro assim uma vez, a mulher tinha 30 anos com cabeça de 12. Um horror.
Concordo que a pessoa tem que seguir adiante. Ainda mais quando não está agradando :)
Bjs.



Blog protegido

myfreecopyright.com registered & protected

Visualizações

Categorias