Você é flexível como o bambu?



Dizem os sábios que devemos ser como o bambu, que perante os ventos fortes (adversidades) se curvam para não se quebrar. E a maioria de nós somos como exemplares rígidos, ou pelo menos parecemos ser. Exemplares estes, que ao enfrentarem a força do vento, são arrebatados, jogados ao chão e ainda assim alguns agonizam e morrem. Enquanto outros resistem e se transformam em peças únicas, talhadas com a perfeição do inesperado. Contrariando a tudo e a todos, permanecem vivos e podem ser considerados exemplos.
Não sei você, mas eu demorei para aprender a ser bambu.
Hoje me sinto igual a esse exemplar da foto, fotografei no final de semana aqui na cidade, estou toda "moldada" pelas agruras da vida. 

E assim como a foto, me sinto transformada pela melhor professora de todas, "A VIDA".
Engana-se se pensa que só sorrio e agradeço. 
Não, eu por vezes choro, questiono, para só depois de alma limpa pelas lagrimas que derramei, aceitar e, quem sabe agradecer.
O AMOR é o melhor de todos os remédios, e o melhor de todos os professores. 
Mas nos recusamos a estudar com ele, e quando temos nossas entranhas invadidas pela dor aprendemos rapidinho.

Eu sei que quero levar a vida com muita brisa e poucos ventos fortes.  Minha estrutura é mais maleável atualmente e posso falar a plenos pulmões que sou feliz. E desejo que você e todos que estão a minha volta sejam também.

Tenha um ótimo dia
Muita Luz e Paz

Abraços
Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

7 pessoas me fizeram feliz, falta só você:

PAULO TAMBURRO. publicou o comentário número:

OLá ADELAIDE,

o negócio é exatamente este:Envergar mas, não quebrar!

Feliz Dia do amigo virtual e um abração carioca, confessando que, tenho sentido sua falta nos meuS blogues.

Desirée Tapajós publicou o comentário número:

Adelaide meu pai sempre dizia ou você vai aprender pela dor ou pelo amor, qual você prefere?

É difícil mas precisamos apreender a ser bambu

Tri-beijos Desirée
http://astrigemeasdemanaus.blogspot.com.br/

Juni Biscuit publicou o comentário número:

É aquele velho ditado "Se não aprender no amor, irá aprender na dor", e muitas vezes só aprendemos com a dor! Mas que bom que aprendemos, não é mesmo???
Eu estou muito feliz, apesar das adversidades, acho que estar feliz mesmo com os problemas é ser como o bambu.
Beijos, fique com Deus!

Rogerio G. V. Pereira publicou o comentário número:

Conversando certo dia disse o carvalho ao junco:
“Você tem bons motivos para reclamar da natureza.
Até um passarinho é um fardo pesado para você.”
"Um ventinho à toa que faça
A superfície da água enrugar,
Obriga você a cabeça baixar.
Por outro lado, minha fronte,
Não contente em segurar os raios do sol,
Enfrenta bravamente a tempestade.
Para você tudo é vento violento,
Para mim, brisa suave.
Se você nascesse abrigado pela folhagem
Com que eu cubro a vizinhança,
Não iria sofrer tanto: Eu defenderia você da chuva.”

“Mas vocês costumam nascer
Nas bordas úmidas do reino do vento.
A natureza, apesar de tudo,
Com você parece injusta.”

– “Sua compaixão”, respondeu o arbusto,
“É sincera, eu sei, mas não se inquiete:
Para mim, os ventos não são tão terríveis:
Eu me curvo e não me quebro.
Você tem esse corpo grande
E resiste sem entortar,
Mas espera o fim chegar.”

Enquanto diziam essas palavras,
Lá no horizonte furiosamente surgiu
A mais terrível das tempestades
Que os ventos do norte podiam trazer.
A árvore tentou resistir, o junco se curvou.
O vento redobrou seus esforços.
E tanto fez que destruiu
Aquele que tinha o céu como vizinho de cima
E as raízes no andar de baixo.

(“O Carvalho e o Junco”. Fábula de Jean de La Fontaine, 1621-1695,

Palavras Vagabundas publicou o comentário número:

Custei a aprender a ser bambu e ainda, hoje, me esqueço disso!
bjs
Jussara

Bia Jubiart publicou o comentário número:

Ade, boa noite!
Acho que já fui várias árvores rsrsrsrssr. A vida em si é sábia, nos molda direitinho, tanto no amor quanto na dor, tudo é muito válido!
Bella, uma semana harmoniosa e cheia de boas energias p/ vc e família!
Bjãooooooooo



Blog protegido

myfreecopyright.com registered & protected

Visualizações

Categorias