A vida como ela é....

Depois de uma semana Hardy Har Har (Oh dia! Oh vida! Oh azar! Aquela hiena do desenho mega pesimista) não eu não sou pesimista só passei por uma má fase, sempre mantendo meu bom humor, afinal se existo é para ser feliz. Mas tem horas que eu tentava honestamente não parecer irônica, sabe como é, quando você tenta ver o lado bom daquilo que todos só veem o lado ruim? Então:
Dia 26 meu tio libertou-se das doenças que acometiam seu corpo físico. No dia 28 acompanhei a consulta de minha mãe ao neurologista (ela voltou a sair da casinha, mas está ótima disposta gozando de saúde maravilhosa), vamos fazer novamente todos os exames tipo ressonância, eletro e etc. Lado bom, após um ano, o neuro refez os testes e a memória recente está melhor, o que afasta a opção de ser alzheimer. Vamos abordar como convulsão.

Voltando para casa no ônibus, sentada ao lado de uma senhora bem magrinha que puxou papo comigo, desandou a contar toda a desgraceira que acometeu a familia dela nos últimos 2 anos, como a perda do filho mais velho que faleceu de forma rápida em casa. Pediu um abraço para a mulher e ela o sentiu estremecer e....... Contou que a 4 meses acompanha o filho do meio de médico em médico e não descobriam o que ele tinha, os sintomas eram de uma doença cujo os exames não mostravam, resultado: Faz um mês que ele está internado, primeiro emagreceu horrores, e agora está inchado devido a medicação. Ela estava retornando da visita a ele, que atulamente está na UTI, faz um mês. Além do diagnostico que agora é de tuberculose, ele contraiu 2 infecções hospitalares. E antes de ela sair de casa o filho caçula queixou-se que a perna estava amortecida e o pé dolorido.

Eu a ouvi com muita atenção e pensei o quanto ela precisava desabafar, e o quanto eu precisava ouvir aquilo. 

Durante minha noite de sono, sonhei muito, mais muito mesmo e olha foi um sonho bom. Não me recordo com o que sonhei, apenas de conversar com alguém. E a frase que ficou latente em mim é: 
"Morrer não é a pior coisa que pode acontecer."

Peço a todos que em suas orações lembrem das pessoas que estão passando por situações como a desta senhora, que precisam ser fortalecidas, e que as vezes apenas um desejo que Deus a abençõe é capaz de retirar de seus lábios um sorriso. Por isso não economize energia positiva, distribua. Lembre que esses quilinhos a mais, o pelo no buço, dente torto, não são motivos de infelicidade. Apegue-se ao que realmente vale a pena e aproveite a vida para ser feliz.

Muita Luz e Paz!

Abraços


Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

3 pessoas me fizeram feliz, falta só você:

Beatriz Paulistana publicou o comentário número:

Boa noite amiga e pérola Adelaide! ♡
Já ia dormir. ..vi seu post novo e resolvi ler antes de me deitar. ..
Feliz em saber da saúde de sua mãe e seu tio...Deus abençoe a todos!
Agora seu pensamento sobre a história da senhorinha é espetacular. ..vou sempre me lembrar...valeu muito ter dado uma passadinha por aqui. ..
Tenha uma noite feliz e abençoada! ♡
Bjokas da Bia! ♡

Jô Turquezza publicou o comentário número:

Pois é, tanta gente sofrendo por causas reais e muitas pessoas reclamando que o cabelo hoje não está como querem!
Eu ouço pessoas com maior atenção e carinho, nem sempre elas tem alguém para conversar e desabafar.
Saúde para sua mamãe.
Paz e luz.
Beijos querida.

Juni publicou o comentário número:

Um olhar de compaixão pelas pessoas ajuda muito, e você o fez por essa mulher que desabafou com você! Nunca devemos nos esquecer dos sofredores que existem aos milhões pelo mundo.
Beijos amiga.



Blog protegido

myfreecopyright.com registered & protected

Visualizações

Categorias