Expectativa x realidade

Meu momento de ontem, hoje.... 
Sempre fui uma pessoa que sabe o que "não" quer, 
o que "não" gosta, onde "não" vou, quem "não" sou.....
Mas confesso que me falta direção, 
não sigo um caminho certo, 
mudo, com certa facilidade a direção de tudo... 

Adoro quando converso com alguém que fala das suas certezas. 
Que sabe dizer exatamente o que deseja da vida...

Porém, penso que essa pessoa deve se decepcionar muito quando não alcança seus objetivos, e que talvez, seja esse o motivo de vermos tanta gente dizendo que não acredita em felicidade, que não é feliz, e acha que ninguém o é, ou, que quem se diz feliz, mente. 

Talvez, seja por isso que eu acredito que sou feliz, eu não gero muitas  expectativas, as poucas que alimento, se não acontecem, entendo que era para eu mudar de direção, e assim sigo minha vida...
Eu...
Só persisto naquilo que realmente sei que vale a pena.
Não gasto energia à toa.




 Me conta você tem aproveitado bem seus momentos?


Muita Luz e Paz
Abraços

Quando precisamos nos despedir..


Nos últimos meses passamos por alguns obstáculos de saúde em família, a minha sogra teve momentos de extrema fraqueza com anemia profunda, passando por inúmeros exames sem nada conclusivo, até fazer uma colonoscopia e o exame resultar na presença de um tumor, cuja cirurgia se fazia necessária, seguiu mais alguns meses, exames aqui e acolá, tratamento para anemia e ela passou a ter muitas dores, não conseguia comer. Novos exames e descobriram que a tal doença estava pior, nesse meio tempo eu, filha e marido com Dengue, quadro sério, o que nos impedia de ir para vê-la, pois o quadro de nossa saúde, não permitiu.  Devido as dores fortíssimas, ela foi internada e precisou de uma cirurgia de emergência que culminou com o término de todo o sofrimento dela nesta dimensão

Então, na última quinta feira dia 17/03/2016, fizemos 500  e tantos quilômetros para a despedida. Foi triste, e ao mesmo tempo foi linda. Triste por encerrar um ciclo, o que nos enche de saudades. Mas foi lindo ver através dos presentes o quanto ela foi amada. Não gosto de cerimônias religiosas, muito menos das fúnebres, com leituras obrigatórias, mas ao ouvir o padre falando espontaneamente, pensei em quanto nossos irmãos de luz o inspiraram de forma positiva, foi uma escolha perfeita de palavras, emocionante e muito linda. No trajeto do cortejo fúnebre, um costume das cidades pequenas, os comerciantes fechavam as portas em sinal de respeito (achei lindo, pois a dor é tão grande que a única coisa que nos incomoda é o mundo continuar feliz...)

Hoje tenho confirmado, para mim, o quanto foi importante cada momento em que ela veio nos visitar e tivemos uma convivência harmoniosa. Ou nas vezes em que deixamos de viajar para outros lugares apenas para passar uns dias com a família. Por vezes, ao visitá-los, fiquei no quarto lendo, para permitir ao meu marido ir sozinho até ela tomar um chimarrão e conversar, acho extremamente valioso esse momento só dos dois. Noutras fiquei somente eu e ela, nesse momento ela me contava tudo o que a incomodava na família, assim algumas vezes consegui diminuir esse mal estar no seu dia a dia. 
Hoje o que eu sei é que temos dela ótimas lembranças!
A despedida nunca é um adeus.... Afinal, apenas trocamos de dimensão, ou não, depende do que cada um crê.
 

Desejo hoje, mais que nunca, muita Paz e Luz a todos!

Abraços



Blog protegido

myfreecopyright.com registered & protected

Visualizações

Categorias