O que eu vejo por aqui...


Uma das coisas boas de morar em Paranaguá é 
estar fazendo sua caminhada e
 perceber que temos mais uma edificação antiga, 
 com vida nova, toda linda.

 Estamos na primeira cidade do Estado do Paraná
E o centro histórico, 
tem muitas edificações antigas como essa, 
algumas tombadas pelo
 patrimônio histórico, outras não
algumas restauradas,
outra não
Hoje me perguntei, para que eu fotografo e
coloco aqui, e não apenas no facebook?
Você sabe o motivo?
Eu sei.
Eu fotografo sempre que posso, 
para mostrar
para você que existe beleza 
por onde eu ando, e para guardar aqui
no blog, um pouco de cada canto onde eu passo,
Assim, ganho eu que tenho tudo devidamente
registrado, para no futuro saber como foi essa fase 
de minha vida. 
E quem passa por aqui, pode acompanhar a minha
vida errante e feliz, ou não...rsrs.


E você?
Me conta, tem encontrado coisas belas pelas ruas onde anda?

Muita Luz e Paz!
Abraços

Da horta para a mesa...


Eis que surge naturalmente sem ninguém "plantar" literalmente,
 apenas coloquei cascas e sementes,
em um espaço junto ao muro,
acomodei madeira e tijolo para formar "tipo" uma caixa,
 esse tipo de "compostagem" não tem muita técnica,
 apenas sigo o rito de largar lá cascas e sementes,
 a grama cortada da quinzena, e
uma vez por quinzena, revira tudo 
e eis que a natureza me retribui 
com esses maravilhosos frutos.
 E de onde saíram esses dois tomates, 
tem outros verdinhos para minha felicidade.

Escolho feijão e aqueles com furo ou defeito coloco
 junto com as cascas, para compostagem,
 e eis que no mês passado
a caixa ficou repleta de pés de feijão, 
5 para ser mais exata, a caixa é pequena....risos
 rendeu além de algumas vagens refogadinhas, 
aproximadamente umas 30 gramas,
mais esse punhado de feijão preto, verde.
Pensei o que fazer, e decidi comer o feijão no almoço mesmo. Então, fiz um "baião de dois", à minha moda.
Foi assim que um punhado de feijão que descasquei,
 cozinhou por 10 minutos, e ficou muito macio,
refoguei cebola, alho, coloquei arroz e cozinhei,
misturei o feijão, e uns pedaços de azeitonas verdes,
comemos acompanhado
de salada de tomates e manjericão orgânicos.

Essa foi a graça da semana,
afinal colher aquilo que se espalha é algo mágico. 
E comer algo que sabemos de onde vem
é um privilégio de poucos

Muita Luz e Paz!
Abraços




Blog protegido

myfreecopyright.com registered & protected

Visualizações

Categorias