A vida


A vida pelo melhor ângulo, 
aquele que só percebemos quando
não estamos centrados em nosso umbigo, 
em nossos dilemas, em nossos problemas. 

A vida pela beleza de ser vivida e 
aproveitada em sua simplicidade única.
Eu tenho muitas coisas a serem resolvidas, 
uma casa para cuidar
uma filha para amar
um marido para me apoiar
e pessoas com quem posso contar quando começo a surtar 
(algumas nem são próximas, mas eu incluo em minhas neuroses, para me auxiliar)

Eu sinto a dor do mundo
eu sofro por não entender o trágico
eu tenho carência nem sempre nutridas
Mas acima de tudo eu aproveito os momentos 
como esse da foto
ou quando minha filha pede colo e abraço
quando marido me chama para caminhar
ou para viajar (tá gosto mais da segunda opção....rsrs)

Quando meus amores estão felizes

Não tenho a perfeição como meta
Não tenho ambição de atingir objetivos
em curto espaço de tempo
Minha ambição é enorme e sei que irei atingi-la, 
mas não me dei um prazo curto
Demorei a aprender que a prioridade é ser feliz

Ser feliz no trajeto

Ser feliz enquanto estou no caminho e não apenas no destino

E você, já aprendeu a ver os outros ângulos da vida feliz?

Muita Luz e Paz!


A Bela e a Fera - filme


Assisti com minha filha ao filme, "A Bela e a Fera" uma produção de 2h 09m, lançada no Brasil no dia 16 de março de 2017 conta a história da moradora de uma pequena aldeia francesa, Bela (Emma Watson) que tem o pai capturado pela Fera (Dan Stevens) e decide entregar sua vida ao estranho ser em troca da liberdade dele. No castelo, ela conhece objetos mágicos e descobre que a Fera é, na verdade, um príncipe que precisa de amor para voltar à forma humana. Tirei do Adoro cinema

Quando a Fera mostra pela primeira vez a biblioteca, eu narrei pela milésima  quinta vez a nossa primeira ida a Biblioteca Pública do Paraná, para ouvir minha filha dizer que lembrava, que adora aquele espaço até hoje.

Então tivemos a cena em que Gaston passa a incitar a população, e não aguentei, fui obrigada a fazer um comparação esdrúxula.
Ali naquela cena eu vi o "PATO" incitando os paneleiros, falando do monstro comunista que precisava ser derrotado - e a população ensandecida marcham proferindo frases de ódio contra a Fera, sem lembrar que um dia o castelo fora de um ser que promovia festas para confraternizarem juntos e que muitos viveram momentos felizes no local, seguem com sede de sangue, querem a morte daquilo que desconhecem e nesse meio cometem diversas atrocidades como prender Bela e o pai e enviá-los a um sanatório, ignorando o fato de que ambos eram seus amigos e estavam saudáveis e lúcidos.
Divergência politicas que vemos acontecer hoje, e que estão presentes na história do Brasil, repetidamente, da humanidade. Onde os "Gaston" egoístas e vazios de empatia se aproveitam ao ver o povo com medo, replicam ideias podres, apenas para se manterem no poder. 



Longe das minhas divagações, eu recomendo que você assista e preste atenção aos diálogos, pois diferente das animações este explica, por exemplo o que levou a criadagem a permanecer ao lado dele durante todo o período da maldição. A Bela é mais madura e com atitudes mais segura que justificam de forma mais clara o que a levou até o castelo.

Imagens do site Adoro Cinema


Muita Luz e Paz!


Blog protegido

myfreecopyright.com registered & protected

Visualizações

Categorias