Sobre maternidade e outras coisas....

Mããããe... 
Não ouço isso sempre, normalmente ela me chama de um apelido, 
Que minha irmã caçula inventou e ela para me provocar assumiu, 
Por isso, nos últimos 5 anos não tenho nome, 
Os amigos dela, o namorado, toda a família do namorado, identificam como sendo eu a DILE....

Quando ouço a voz dela falando mãe.... 
É sinal de que a coisa foi feia, 
Funciona como quando a mãe chamando o filho pelo nome completo... 
Já falei que ela é um ser humano que já nasceu 
Com pelo menos 30 anos de maturidade, 
E eu eu sempre tive 15, ela diz que na realidade minha maturidade remete aos 12 anos....

Então...
Eu dou presente para ela no dia das mães 
(ela sempre foi minha mãe....cuidou muito de mim...)

E eu ganho presente que sempre vem repleto de palavras lindas, 
que guardo para chantagens futuras, digo, lembranças....Lembranças




Eu presenteio ela com coisas que sei que ela precisa


Ela sempre me presenteou com algo que ela conseguisse tirar proveito...
Quando pequena, saia com o pai para comprar presente para mim e .....
Sempre tinha um bichinho de pelúcia que ela sabia que eu iria amar....(e eu amava...rsrs)
Depois eram os livros que ela sabia que eu adoraria ler, e comentar com ela, portanto
Li muito livro de adolescente e nos divertimos com isso...


E agora ganhei esse delicioso livro com um cartão repleto de amor, 
Carinho e uma dose cavalar de interesse 
Amo muito essa negra linda que me faz tão bem....

Esse foi meu presente de DIA DAS MÃES, eu só trouxe agora pois a mudança está bem tumultuada, mas vamos nos ajeitando...

Me conta como é o relacionamento por aí, seu e de sua mãe ou filha(o)?

Muita Luz e Paz!
Abraços

Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

2 pessoas me fizeram feliz, falta só você:

Dalva Rodrigues publicou o comentário número:

Oi Adelaide! Acho maternidade tão complicada e linda, é um aprender infinito a se relacionar com afeto e o desejo do melhor para quem mais amamos. É preciso ser mãe/pai (ou ter essa função) para Tentar dominar o tema, somos todos humanos e diferentes.
Adorei seu post, beijos!

Jussara Neves Rezende publicou o comentário número:

Acho que cada experiência é única... a que vc descreveu é totalmente diferente da minha, mas ainda assim consigo perceber similaridades... com certeza o imenso amor envolvido, não é mesmo? Beijo&Carinho!



Blog protegido

myfreecopyright.com registered & protected

Visualizações

Categorias