Março chegou! ......alerta! "post triste"

E eu não vejo a hora que ele acabe... 

Você que passa aqui mais tempo, sabe que não sou imediatista, curto cada dia com a intensidade que ele oferece, mas vou te contar que quando me dão um prazo para algo que me agoniza, ou que eu não posso resolver....aí preciso que o tempo voe. 
Senta que lá vem drama.

Na manhã de sábado minha irmã, a primogênita, me ligou e mandou diversas mensagens (deixo celular desligado à noite devido as ligações indevidas, tipo trote ou engano), e retornei assim que vi, antes mesmo de tomar o café da manhã.....

Meu irmão, sofreu um acidente com fogo e estava internado. Conversei com ela tentei acalma-la, disse que buscaria mais informações e desliguei. Aí entra um desespero dentro da gente e um não saber o que fazer, chorei, abracei e fui abraçada pelo marido e filha.......até me acalmar, arrumar meu quarto (isso me ajuda a "organizar" o pensamento) e ligar para ela novamente para poder traçar as diretrize,s pois minha mãe tem mais de 80 anos, diversos problemas de saúde e ele está internado em Santa Catarina.

Sabe a citação biblica que diz "Quem muito sabe, muito será cobrado"
Então, pelo fato de já ter convivido com pessoas em faze de recuperação de queimadura, e por ter trabalhado em clinica, sabia da dor e do risco. Além das primeiras 48 horas.
Não conseguia dormir ou comer direito.

Passaram as 48 horas e ele está bem, serão necessárias varias cirurgias, e permanecerá internado pelo menos 30 dias, nesse periodo todo dias eles fazem a troca de curativos e a remoção da pele para evitar infecção pois neste quadro qualquer infecção pode ser gravissima.

Como ele está:
Internado e tem muita dor, está sendo medicado, quando acordado fala, brinca, está comendo e indo ao banheiro sozinho (parece estranho mas isso é muito importante).

Como aconteceu:
Lembra das campanhas que dizem para não usar alcool liquido para acender o fogo?
Então..... nosso menino de 56 anos ignorou essa recomendação e optou por correr o risco.

Como eu estou:
Depois do fato, ontem dormi minha primeira noite inteira, sem sonhos, sem descansar, não estou cansada, não tenho fome, mas tenho me alimentado, e me hidratado, estou fazendo caminhadas com os cachorros. Emocionalmente estou escrevendo e chorando, as vezes choro na caminhada, ou vendo um filme que a cena nem era triste, e o pensamento tá vazio. Por isso quero que março acabe, afinal depois dos 30 dias já poderemos ter uma dimensão mais realistica do quadro, agora tudo depende, e a sensação é péssima, pura e simples IMPOTÊNCIA.

Não queria fazer post triste, mas penso que contar a vida como ela é AS VEZES serve de alerta, e se uma pessoa que ler entender a dor que é para a familia ver um ente querido sofrendo dor física, e com isso ela evite atos que possam gerar danos a ela ou a algum amigo, penso que já terei contribuido para um mundo melhor.

MEU MUNDO IDEAL
é onde o sofrimento humanos se resume a
fazer dieta para perder 10 quilos
e todo choro é de alegria.


Muita Luz e Paz!

Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

6 pessoas me fizeram feliz, falta só você:

chica publicou o comentário número:

Puxa, que situação! Apesar de tantos alertas, sempre há quem os relevem nessa hora! PENA! Mas ele aí está e desejo que essa recuperação seja a melhor possível e tudo acabe bem! Imagino tua mãe como sofreu! bjsmchica

Maria Luiza publicou o comentário número:

Que triste isso, Adelaide! Dor é um horror, mas desejo em Deus que tudo melhore pra ele! Muita paz e bênçãos! Abração!

Dalva Rodrigues publicou o comentário número:

Que parada difícil de encarar...As vezes cometemos uns vacilos achando que sabemos o que estamos fazendo e pimba...a coisa acontece e temos que enfrentar as consequências. Na torcida para ele se recuperar o mais breve possível e voltar para casa, ainda mais com perigo de contágio, uma barra para todos.

Sobre dor alheia, qdo levei o filho para tomar a primeira vacina no posto com 28 dias, chorei tanto, de soluçar, soube a partir daquele instante que jamais poderia sentir a dor física dele, aquilo me marcou, qdo ele teve câncer foi a segunda dose (ele nem sofreu) e é assim até hoje. A dor física me aterroriza, encaro, mas é emocionalmente difícil também.
Adelaide, força aí para todos envolvidos. Abraço.

Marly publicou o comentário número:

Nossa, é muito desafio junto e misturado para a gente enfrentar num período só, né? Mas a vida é isso aí - para o bem e para o mal - e o melhor a fazer é se encher de fé e esperança, buscando realizar o que for possível para amenizar os sofrimentos do seu irmão. Que ele se recupere rápido e possa voltar em breve à vida normal, em família.

Abraço

Cecília publicou o comentário número:

Desejo que seu irmão se recupere logo. E que em breve possam se reunir com muita saúde

Lúcia Silva Poetisa do Sertão publicou o comentário número:

Desejo que seu irmão se recupere logo e, concordo com você, tomara que março termine!
Beijos carinhosos!



Blog protegido

myfreecopyright.com registered & protected

Visualizações

Categorias