A lei do lixo...

Eu costumo lavar e separa as embalagens antes do descarte do material para a reciclagem e sempre me questionei porque os prefeitos não investem em cooperativas que façam a reciclagem ou a venda destes materiais. Agora quando ouvi sobre a nova lei que foi sancionada nesta segunda feira (dia 02/08) fiz alguns questionamentos que posto aqui para que outros questionem também.
...A nova lei, que entra em vigor a partir da publicação no Diário Oficial da União, determina que as prefeituras devem construir aterros sanitários adequados ambientalmente, onde só poderão ser depositados os resíduos sem qualquer possibilidade de reaproveitamento ou reciclagem. De acordo com a proposta, será proibido catar lixo, morar ou criar animais em aterros sanitários e também não será permitida a importação de qualquer tipo de lixo....
- Isso qualquer prefeito de carne e osso, já deveria impedir, se não o fazem estão ocupando a posição com que mérito? certamente não de um administrador público.

...A proposta prevê ainda o sistema de logística reversa. Por esse sistema, empresas responsáveis pela fabricação e comercialização de produtos recicláveis e reutilizáveis devem recolher esses materiais do mercado. A nova lei, no entanto, não prevê de que forma se dará essa logística. Isso ainda depende de regulamentação para ser colocado em prática.
-As empresas colocam em seu custo o valor da embalagem, preocupando-se apenas com o seu lucro, desta forma terá que saber também como fazer para eliminá-lo e com isto também poderá gerar mais empregos e programas que ensinem o consumidor a reutilizar ou reciclar..... será interesse dos mesmos. E nós teremos que nos comprometer em devolver a eles o que eles produziram para que seu produto chegue até nós. Mais como será feita essa logística ? que tipo de transporte? quanto de CO2 será produzido para isso?

...Gerar energia elétrica a partir de material proveniente de aterro sanitário em cidades com mais de 200 mil habitantes pode se tornar realidade
-Isso eu acho que deveria ser feito em cidades de todos os tamanhos, pois evita um custos desnecessário as mesmas.  Afinal nossa energia é finita. Nossos netos talvez não tenham as facilidades que temos pois o planeta estará infértil e sujo. O custo da agua será altíssimo..

Bem os comentário em preto eu retirei da Tribuna do norte texto na integra aqui lá você poderá se indignar como eu, ao pensar porque todos precisam de uma lei para dizer-lhes como deverá agir de forma a não prejudicar o planeta... Eu sei que faz anos que faço a minha parte... levo pilhas e lâmpadas para descarte em locais que divulgam que os recolhem, separo todo o que pode ser reutilizável ou reciclado, e em algumas casos eu mesma faço a reutilização. Sempre que posso converso com os catadores e entrego em mãos o que separei. Não deixo nas calçadas para evitar que com o vento ou chuva eles acabem rolando pelas ruas. Agora acredito mais em meu país mais ainda tenho receio quanto aos prefeitos que acham que plantar flores e fazer praças é para o que foram eleitos. As cidades precisam de saneamento básico, empregos, escolas, creches que abram as 07h e fechem as 19h, sem férias, pois os trabalhadores precisam ter onde deixar seus filhos em segurança, durante todo a sua jornada de trabalho (que normalmente é de 08h, sem recesso e com apenas um mês de férias por ano e nem sempre no mesmo mês)... postos de saúde com bons profissionais e com remédios. Pessoas que aproveitem o presente sem descuidar do futuro.


Blog protegido

myfreecopyright.com registered & protected

Visualizações

Categorias