PESADELO X ASSUNTO DIFÍCIL

Todos os sábados, acordamos cedo, tomamos café da manhã e saímos para uma caminhada pela cidade eu e o marido. Hoje ao chegar em casa  encontro minha filha sentada no sofá da sala com os olhos inchados de tanto chorar, ao questioná-la sobre o que aconteceu, abraçou-me e falou que teve um pesadelo. 
-Que pesadelo foi esse que te fez chorar??? (perguntei)
-Sonhei que você tinha morrido? (respondeu-me ela ainda agarrada a mim)
Apertei-a em meus braços e lhe sussurrei, para reforçar meu aprendizado e tentar tranquilizar seu coraçãozinho:
-Eu sou imortal! Esqueceu que eu sou Highlander? (sorri e emendei com...) Filha está é a única certeza que todos nós, seres vivos, temos. Um dia iremos morrer.
Ela se afastou um pouco sorriu amarelo e me disse:
-Você não entende, você não era velhinha, era agora, eu voltava do colégio para casa e você não estava mais, porque tinha morrido. (e abraço-se a mim novamente)
Abracei-a  e afirmei, que nós não sabemos quando será e que por isso eu insisto tanto em que tenhamos todos os dias MUITO carinho e muitos "eu te amo", beijos e abraços.

Como boa adolescente que é dali a pouco já estava desviando-se de meus carinhos e rindo, vendo televisão, e tudo seguindo o seu curso natural.

Talvez você ache estranho mas nós já conversamos sobre a morte quando ela tinha 2 anos, por ocasião da ausência de alguém que amamos muito. E depois, por ocasião de alguém não tão presente, depois mais outro... enfim aprendemos na prática....Não, eu não estou dizendo que não sofremos ou não choramos... Estou dizendo que nós conversamos, e tentamos viver de maneira a aproveitar mais a vida, sabe não deixamos para viajar quando nos aposentarmos, mas procuro lembrar sempre que não devemos sair de casa sem nos despedirmos de quem amamos com um carinho, e nunca dormir sem desejar uma boa noite de sonhos.
Esse personagem de um seriado que eu amava assistir, Highlander - ele era imortal, existia a frase: - Só pode haver um." Então quando outro aparecia na mesma cidade ele procurava por este que era o bonzinho e eles duelavam, vencia quem cortava a cabeça do outro absorvendo assim seus poderes. O mentor de Duncan, Connor Macleod interpretado no filme por Cristopher Lambert.
imgens tirei daqui

Bem tudo isso para contar para você que por mais incrível que pareça eu acredito que somos imortais, o corpo vai mais nós permanecemos, seja na lembrança, seja nas ações ou quem sabe apenas em caracteres digitados aqui.... e o que é melhor agora não precisa mais existir apenas um, não precisamos sair cortando a cabeça dos outros para adquirir conhecimento, basta pedir ajuda e as amigas blogueiras vêem em nosso socorro.
Quanto ao sonhos, não esquente só acontece aquilo que realmente TEM que acontecer, por isso se eu não postar mais você já sabe era uma profecia, mas convenhamos todo adolescente tem vontade de fazer a mãe desaparecer as vezes, provavelmente é o inconsciente dela dizendo isso de uma forma mais trágica....
Desejo a todas um final de semana Maravilhoso.
Muita luz e paz
Abraços



Blog protegido

myfreecopyright.com registered & protected

Visualizações

Categorias