Educação vem de berço

Recentemente, quando eu tinha meus 12/13 anos (huuuummm), cheguei do colégio no horário de almoço, falando pelos cotovelo, motivo:
A policia tinha prendido um fugitivo que era conhecido pela alcunha de "DIABO", as histórias acerca dos confrontos dele com a policia eram fantástica. Sim corria a boca pequena que ele em fuga dos policiais, havia pulado um muro de 5 metros de altura (oiiii!!....interior 10.000 habitantes...nunca vi muro nem de 2metros que dirá de 5), ele rolando no chão e 10 policiais atirando contra ele não pegou nenhuma bala (depois descobri que na cidade nunca existiu 10 policiais), mas na hora eu falava como se fosse um super bandido, blindado.
Meu pai ouviu tudo atentamente, terminou o almoço, deu-me um dinheiro e mandou-me a mercearia para comprar maços de cigarro. Quando regressei ele já tinha algumas revistas em mãos, convidou-me a ir a delegacia com ele. Ao chegarmos lá ele conversou com o atendente da época e nós entramos lá no meio das celas para conversar com o "DIABO" (não existia superlotação na cadeia).
O que eu vi:
Encontramos ele magro, cabeludo e barbudo, um homem judiado, não o herói as avessas que eu estava imaginando.Um rapaz normal que havia sido terrível em sua adolescencia e jurava nunca tinha roubado nada, meu pai conhecia ele e toda a família, apresentou-me e conversou com ele. Na volta para casa ele me contou a história toda do rapaz e frisou que o caminho escolhido por vezes não é tão glamouroso quanto parece. Após me deixar em casa, meu pai foi trabalhar.

Conto um fragmento da minha vida para levantar a seguinte questão onde está  a família na hora que as crianças precisam. Sim pois ontem comentei da hipocrisia de punirem uma professora por um ato impensado de um aluno. E os responsáveis pelo aluno? Que não estão ouvindo o filho e acompanhando a seus estudos.

Se a atitude de meu pai foi certa? Eu acho que foi ele me ouviu e percebeu que eu estava com uma ótica difusa de um caso policial e fez o que estava ao seu alcance, sacrificou 1 ou 2 horas de seu trabalho.
"Escola é um local de transmissão de conhecimento
Educação vem de berço."

Precisamos curar nossas famílias, não é responsabilidade do MEC ou da Secretaria de Educação, ou de qualquer outro órgão. Além de ganhar pouco ao professor é vedado um monte de coisas, graças ao dito politicamente correto. Vou reafirmar. Folheto não ensina ninguém. Só aprendemos pela dor ou por amor. E a dor ensina bem mais rápido. O amor da família evita que tenhamos que sofrer para aprender.
Muita luz e paz
Abraços

 PS.: Mais tarde descobriu-se que marginais se aproveitavam da fama do rapaz em questão para cometer furtos enquanto ele estava na cidade. Ele foi inocentado em um Júri popular, que eu queria ir mais não tinha idade....rsrs Ao encontrar com meu pai na rua ele agradeceu e despediu-se dizendo que não voltaria para a cidade nunca mais. Os verdadeiros culpados acabaram presos. Não sei como foi o julgamento pois os outros não tinham fama.... Até hoje em encontros familiares lembramos de fatos como estes que antes eu julgava como uma excentricidade de meu pai, hoje sei que foi atenção a nossa educação.







Blog protegido

myfreecopyright.com registered & protected

Visualizações

Categorias