Depois de ficarmos 3 dias em casa e com chuva constante, descobrimos que em Santa Catarina o  clima era seco e com muuuuito sol, refiz as malas e lá fomos nós em busca do bronzeado perdido, (gentem aqui chove tanto que, filha de negro que sou, estou branca, parecendo que papai era Europeu - por isso só sendo um verdadeiro caçador de tempo ensolarado para refazer minha cútis com a cor original....kkk, e para isso vale ficar pulando feito pipoca, de estado em Estado.........). Era para ter ido pela serra conhecer uma parte do Estado que nunca havíamos passado mas no inicio da viagem marido comentou:
- E se....a gente fosse até Florianópolis e visitasse as praias que nunca estivemos? Falta conhecermos várias das famosas...
Topei, lá fomos nós chegamos nos hospedamos no  Hotel Deville, no centro de Floripa, com vista para a ponte Hercílio Luz.

Vista da janela do nosso quarto, na primeira noite. Conforme o planejado, chegamos no sábado almoçamos, fizemos uma caminhada pela orla e fomos ao shopping. No dia seguinte (domingo) pretendíamos ir até a Lagoa da Conceição, mas fomos informados que o congestionamento estava na resistência de 3h. Mudamos a rota e fomos conhecer Campeche; Foi legal mas para quem conhece o melhor lugar do mundo, deixou a desejar, então combinamos que na segunda iriamos direto ao melhor lugar do mundo (ainda em Floripa).


A Praia do Forte, linda com suas aguas tranquilas, e limpas. Aqui é um quintal de ostras e tem restaurantes com ótimo atendimento e comida boa. Passamos um dia maravilhoso. Combinamos que ao chegar ao hotel eu iria ligar para minha amiga Lisy do Blog Alma Gaucha - (ela mora em São José - coladinho ao Floripa - para ver se conseguiríamos nos encontrar- mas não tivemos tempo sequer de efetuar a ligação....rsrs).

Então aproveitando a maravilhosa vista, o calor, aguas calmas onde, até eu ia mar adentro por vários metros sem medo - comemos camarão e tomamos cerveja (adeus dieta coletiva...rsrs). 
Fazia uns 5 anos que não iamos a Floripa, quando cheguei nesta praia vi um guarda-vidas e uma bandeirola sinalizando os espaços para banho. Ao conversar com o garçom este nos perguntou desde quando conhecíamos o Forte, e respondi:
- sou de antes do guarda-vidas e da banderola.
e ele:
- é mais isso veio para cá depois que duas pessoas morreram afogadas.

Gentem, nem eu que sou especialista em nado tijolinho (caio na agua e afundo), consigo me afogar nesta calmaria. Será que existiram 2 (eu disse Duas) pessoas melhores  do que eu em afundar quando a agua bate nos joelhos??? pelo jeito tem...digo tinha.
Na volta fizemos a trilha do forte para eu mostrar as fotos lindas aqui, e assim deixar que a vontade de conhecer o local, comece a brotar em seu ser.




Bem a volta você já sabe o marido se encheu de alergia e acabamos tendo que voltar antes para casa, afinal sabe como é homem quando fica dodói.....rsrs (acho que ele não vai ler o post...rsrs - e vc que leu não conta para ele) Bem, por esse motivo tivemos que cancelar as visitas planejadas, e voltei quase albina...rsrs

Vista da Ponte durante do dia. Ah! mas a caminho de casa entramos na cidade de São Francisco do Sul e tirei algumas fotos para que você possa saber como é- cidade portuária, pequena de colonização portuguesa.

Espero que você tenha gostado do passeio, eu amei. Mesmo com todos os contratempos. Ah! no retorno estava garoando em Florianopolis. Só para variar.
Agora que acabei com os post das férias, amanhã começamos a vida normal, que na real já está rolando faz uma semana e meia. Te conto amanhã.

Muita Luz e Paz
Abraços


Blog protegido

myfreecopyright.com registered & protected

Visualizações

Categorias