Preconceito

Bem já contei para você várias vezes que eu enfrentei a discriminação nos meus primeiros anos escolares, devido a uma cicatriz na mão (as outras crianças na hora de brincar de roda não queriam pegar na minha mão, então quem fazia era a professora) - também já te contei que sou brasileira 25% (papai = negro+bugre e mamãe = Italiano+português), nunca tive saco para piadas e demais camuflagens de pessoas que se acham. Antigamente soltava o verbo, hoje me contenho e na medida do possível dou um repique sutil.

Ontem eu estava aguardando o ônibus com a filha para acompanha-la até o colégio, quando duas mulheres chegam e uma fala em alto e bom tom:
- Você sabe que eu não tenho preconceito nenhum....(frase que SEMPRE antecede colocação preconceituosa), mas ontem entrou um negão e foi logo abrindo as janelas, ele tava de moletom mas a gente ficou sofrendo no vento.

Minha vontade era virar e questionar se ela falaria da mesma maneira caso fosse um outro cidadão, tipo assim:
"........e entrou um brancão.... ", mas me contive, entramos no ônibus (que eu nunca deixo as janelas fechadas pois sei da disseminação de meningite e outras doenças virais....e dei sorte de sentar-me a janela e a pessoa em questão (vestida com uma regata as 07h da manhã, tempo nublado - frio) sentou-se no banco logo atrás de nós, então a BRANCA aqui escancarou a janela e falou para a filha em um tom que quem estava ao redor ouviria.
- Vamos abrir as janelas para evitar a disseminação de gripes, meningites e demais doenças, né filha.... 
E sorri para minha filha, que entendeu bem a mensagem, quanto ao vento um pouco ficava em nós e o restante ia direto para o banco de trás. Eu poderia ter aberto menos a janela, mas não consegui estava engasgado.....

Quando ouço a frase típica para serviço mal feito:
- Fez trabalho de negro!
respondo:
Então fez algo maravilhoso, pois papai era negro e olha que maravilha conseguiu reproduzir. E sorrio, mas não gosto. Veja eu não fico magoada, mas sei que tem pessoas que vão se sentir inferiorizadas por ouvir um comentário destes e talvez seja determinante em sua vida. Talvez exista alguém por aí sentindo-se diminuído e sem valor de tanto ouvir este tipo de comentário. Línguas ferinas ferem muito mais e deixam cicatrizes mais profundas do que imaginamos. 

Hoje eu gostaria que o mundo pensasse sobre esse tipo de coisa, afinal:
  • Eu não sou a cor da minha pele (atualmente estou alva.....dada a falta de sol).
  • Se você não pretende fazer sexo comigo, não interessa se eu gosto de meninas ou meninos, isso só diz respeito a mim e a quem faz sexo comigo.
  • Se não estamos tentando negociar nada, de que te adianta saber de minhas posses materiais? Nada sou apenas essencia, não sou objetos.

Deverás
Amar a teu próximo como a ti mesmo....e próximo são todos independentes de credo, COR, classe social ou orientação sexual.

Antes de qualquer ação ou comentário a quem quer que seja, e onde for.  POR FAVOR seja educado.  

Educação vem de casa, de berço. E vale ouro.

Vem comigo, vamos mudar o mundo!

Muita Luz e Paz
Abraços


Blog protegido

myfreecopyright.com registered & protected

Visualizações

Categorias