Eu posso???

Minha filha após ler dois títulos do Nicholas Sparks, não quis mais saber do autor. A justificativa dela é que após o primeiro capitulo é tudo igual. Então ontem estávamos assistindo ao Universal quando apareceu ele, o próprio autor do livro "Um homem de sorte", falando do filme homônimo, na hora em que ela o vi, falou:

- Tá explicado, porque os livros dele são todos iguais, ele é muito novo, não teve experiência de vida ainda! Olhe mãe, olhe como ele é novinho!
- Quem filha o Zack Efron? (eu ironizando...)
- Não mãe o Nicholas Sparks, né!

Essa a sabedoria do meu bebê no alto de seus 14 anos. Que embora não queira mais livros deste autor, não se desfaz dos que tem e já leu e releu, e até semana passada estava lendo pela terceira vez......rsrs

E você já leu algum? o que achou?
São títulos dele:
A última Musica / Noites de tormenta / Querido John, entre outros.

Se não leu vai meu conselho é: - prepare-se é um romance açucarado. 

Se eu não soubesse que o escritor é um homem, poderia jurar ter sido escrito por uma mulher, tamanha a doçura encontrada nesta leitura. Mas como ressaltei a minha filha, todo artista tem sua assinatura, então quem lê um, dois, no terceiro já sabe o final e isso vale para os mais vendidos de terror, suspense e romance. O que nos leva a começar a prestar atenção ao enredo e a detalhes de cada personagem, e é isso que faz definir um bom livro para levar em viajem, e aquele ótimo para ler em fases turbulentas da vida. 

Não sou o tipo de pessoa que gosta de um estilo único de leitura, acho que existe sim, leitura para momentos únicos, que enfrentamos em nossas vidas. 

Foi assim que, num período, após ter lido todos os clássicos da literatura brasileira (uma coleção enorme que meu avó tinha), li todas as Júlia, Sabrina, Bianca e títulos da Barbara Catland, assim como  Sidney Sheldon, Agatha Christie, Robin Cook, Stephen King - bastava lançar um novo título para eu ficar desesperada para lê-lo. Depois fiz 16 anos, sai de casa para trabalhar e estudar. Já tinha romance, suspense e terror de monte em minha bagagem literária. Agora leio tudo que me cai a mão, alguns absorvo cada palavra entro na história e viajo, outros não consigo me envolver, demoro horrores....rsrs 

Ah! já aprendi a dizer se o autor é bom, se a tradução pecou, e se o enredo é pobre.

Abraços


Blog protegido

myfreecopyright.com registered & protected

Visualizações

Categorias