O herói do dia (sábado 18/05)

Após visitar minha mãe que havia sido internada, no sábado decidi retornar para casa no final da tarde.

Cheguei na rodoferroviária às 16:45  para embarcar no ônibus de 17:10, caso houvesse lugar, carro lotado. Comprei passagem para as 18:10 e fui sentar-me próximo a uma banquinha, lugar onde tem bastante circulação de pessoas (acho mais seguro), em uma fileira de 6 cadeiras. Um rapaz estava na primeira, eu sentei-me na sexta e coloquei minha mochila na cadeira ao meu lado. Veio um senhor e sentou ao lado da minha mochila, ele tinha duas sacolas e estava comendo rosquinhas de polvilho com café. 

Ao sentar-me comecei a ler. Alguns minutos depois o rapaz levantou e percebi que deu uma moeda ao homem que estava ao meu lado. Continuei minha leitura. Por ficar ao lado de uma porta de entrada, todo mundo que passava ali, pensava que era posto de informações, volta e meia alguém perguntava:
- onde compra passagem para....ou 
- Onde embarcar com destino à.... e eu prontamente interrompia minha leitura e dava a informação. 
Numa destas interrupções o senhor ao meu lado puxou conversa, visivelmente era um morador de rua, e tinha uma energia positiva. Fechei o livro, dei-lhe atenção. Ele me contou varias coisas de sua infância e sua vida, sem lamurias, quando ele se despediu dei-lhe algumas poucas moedas que tinha e desejei a ele felicidades, ao fazer isso sorri, mas sorri de guarda totalmente baixa e ele ao perceber isso voltou...
Tive a sensação que mudou sua energia e ele veio com umas conversas estranhas, eu me ajeitei na cadeira e sorri, por cima de meu ombro percebi a sombra de alguém, mas não tive medo da pessoa que estava atrás apenas senti que devia me precaver com a pessoa que estava a minha frente. Ele viu que eu tinha olhado e olhou também para o mesmo lugar que eu, ficou sem graça, repetiu uma piada sem graça, sorriu se despediu cheio de pompa e educação, apertando minha mão, saindo rapidamente.

Então a energia do lugar voltou a ficar boa. Olhei para o lado e sorri para a pessoa que ali estava. Era uma pessoa que trabalha na Fiscalização da URBS. Ele retribuiu meu sorriso e falou:
- De médico e de louco....
- Todo mundo tem um pouco - eu completei.
- Porém alguns são divertidos e outros violentos - ele falou, já saindo dali.
- Eu prefiro os divertidos - falei rindo.
- Eu não sabia qual era a dele, por isso parei ali.


Constatações:
- A mudança de energia que eu senti na pessoa que estava ao meu lado o fiscal também sentiu - ele iria fazer algo e mudou de idéia quando viu que se complicaria.
- Meu Anjo da Guarda nunca me abandona, e toma as mais variadas formas.
- Preciso dar mais atenção a minha capacidade de perceber a energia alheia.

Sou imensamente grata a este herói do dia. Que me fez ter um sábado maravilhoso e ainda uma história para contar.
Quer saber se vou parar de dar atenção as pessoas que me transmitem boas vibrações? Não! Não vou. Apenas vou prestar mais atenção na hora que sentir que essa energia muda. Para evitar problemas. Meu sexto sentido funciona. 

Desejo ao fiscal que me ajudou, vida longa e plena de alegrias e saúde. E ao senhor que fez meu tempo passar mais rápido que Deus o ilumine e que ele consiga se manter na linha do bem.

E a você pessoa querida desejo uma vida repleta de harmonia e amor.
Muita Luz e Paz

Abraços




Blog protegido

myfreecopyright.com registered & protected

Visualizações

Categorias