Vida de cachorra em casa de adulto



Não sei o motivo, mas sempre que estamos brincando
De correr ou de jogar a bolinha, 
Quando cansa, 
Pérola corre para esse cantinho e fica assim,
A impressão que temos é que ela acha que ali fica invisível, 
Sério, ela nos ignora como se não estivéssemos gritando e correndo atrás dela.





Ou fica por alguns minutos ali,
Olhando a vida passar,
Esperando o primeiro sinal estranho
Para latir por minutos intermináveis,
Correndo de um lado para outro, afugentando tudo, ou quase tudo.



Mas é compreensivo que ela nos ignore,
Afinal sossego é tão raro
Quando se é o caçula da família



Nem consegue dormir em paz....
Essa é a vida dura do quarto elemento

Muita Luz e Paz!


Blog protegido

myfreecopyright.com registered & protected

Visualizações

Categorias