A despedida


Sumi novamente, mas foi por um motivo nobre, nossa velhinha amada Pérola teve agravado seu quadro de falência renal, parou de comer emagreceu horrores (1quilo e meio para quem pesa apenas 8 é algo assustador, ossos aparecendo) e tudo isso em poucos dias. Em 2018 quando estávamos viajando,  começou a ter incontinência urinaria, feito exames o veterinário fez o diagnostico, explicou que dada a idade dela e o grau avançado, o melhor era dar conforto e mudar a alimentação, prognóstico de no máximo 6 meses de vida, largamos tudo e voltamos para ficarmos o máximo possível juntos, de lá até agora nenhum sintoma preocupante, apenas mais ranzinza, comendo só o que queria (comida de humano)  depois comia ração, os passeios era apenas as distancias por ela definida, nos locais que "ela" queria, não adiantava forçar pois grudava no chão e travava, as travessias das ruas era verdadeiros momentos de apreensão, pois ela não corria, ela desfilava.....

Se aparecesse um outro cachorro aí a força do ódio lhe enchia de energia e esquecia qualquer limite físico, quase nos arrastava pelas calçadas, era um verdadeiro pitbull nossa viralata caramelo. Dois anos após esse diagnostico ela começou a deitar de costas para nós, insistia em passar por um açougue ao lado de uma demolição para ganhar nacos de carne assada do pessoal que trabalhava lá, no inicio achamos que era isso que estava "estragando" o apetite por ração, mas então a demolição acabou e ela se recusou a comer, compramos carne para dar a ela que no primeiro dia comeu feliz (destaco que em casa nos mantemos com alimentação vegana), depois não quis mais, então compramos salame que sabíamos que ela gostava ela comeu um pouco e também comeu ração depois, mas no dia seguinte, um domingo ela não queria o salame, e nem sair para o passeio, compramos carne assada para ela, ela comeu alguns pedaços durante alguns dias e depois comia ração, até que na quarta feira ela recusou carne, sache, ou qualquer outra forma de alimento, compramos um hipercalórico que o veterinário recomendou, no primeiro dia ela comeu com certa relutância, depois não aceitou mais, feito exame de sangue as taxas estavam elevadíssimas.... 


A insuficiência cobrava seu preço, nós levamos ela para o hospital no intuito de retirar a dor e o enjoo, nos explicaram que fariam uma hidratação (soro e agulha) e mais exames, exames estes que não foram bons mas tinha a esperança de fazer uma diálise e dar uma vida mais leve para ela curtir conosco até o fim, um pouco relutantes aceitamos pois precisávamos saber que ela estaria bem, assim ela ficou uma semana no hospital e nós vivendo entre visitas e tentativas de alimentá-la para que pudéssemos trazê-la para casa onde pudesse ter nosso carinho e mais conforto. 

No dia 31 de Outubro percebemos que deveríamos deixá-la ir, é uma decisão muito triste, sofremos muito, ainda tenho lágrimas que rolam pelo meu rosto enquanto escrevo, e só estou aqui fazendo esse texto, para que você saiba que quando decidi construir o blog, em cada vez que paro para encher linhas com palavras elas não são apenas para manter uma página aleatória, mas serve para aliviar m'alma e curar feridas emocionais, além de participar que podemos ser felizes mesmo em momentos muito tristes. 

Pérola me ensinou muito, e me fez ver um mundo muito diferente, um mundo onde os cachorros dizem o que querem sem usar uma só palavra, apenas com ações e olhares, tá ela não era tão dócil, as vezes usava mordidas e lambidinhas também.....


Ah! A despedida dela foi comigo, marido e filha presentes dando carinho e falando o quanto ela foi importante em nossas vidas, enquanto a veterinária aplicava a injeção, e ela dormia suavemente.


Por favor me perdoa se esse post não foi o que você esperava, sinto muito se não atendi a expectativa (você pode ignorar a narrativa e focar apenas nas fotos dos momentos fofos dela conosco enquanto estava levando a vida confortável), eu amo a oportunidade de escrever para você que me lê e que talvez já tenha vivido isso, ou se nunca viveu mas acha que não vale a pena ter um companheiro animal, saiba que é maravilhoso e que sou grata por ter um espaço de desabafo e quiçá de incentivo para que mais pessoas busquem uma parceria de vida que vai muito além de ser recebido com um abanar de rabo, é  o amor incondicional deles  que nos cativam verdadeiramente.



Muita Luz e Paz!

Abraços



Blog protegido

myfreecopyright.com registered & protected

Visualizações

Categorias