O meu umbigo

Olá pessoa querida!

Estou feliz em estar de volta para essa troca. 

Das metas de novo ano a serem cumpridas está que Preciso escrever aqui e visitar seu cantinho regularmente, mas como nem tudo segue sempre como planejado, eis que me encontrei sem inspiração para escrever ou comentar.... tenho muita coisa para contar, muita vida acontecendo, e ao mesmo tempo não consigo colocar isso para fora em forma de escrita.

Não quero lhe falar meu grande amor....das coisas que aprendi nos livros 

(leia cantando tal qual Elis Regina).

....digo, não vou fazer deste um diário de ostentação de conquistas ou fracassos, quero lhe falar do que está acontecendo comigo, no meu umbigo, do meu mundo, de como tudo continua girando ao meu redor, ativo e em constante mutação.

Mas ao mesmo tempo me falta uma linha de pensamento que "justifique" o dito, já que o "não dito" me dilacera a alma, assim como faz com todos que tem um pingo de empatia.

Então, vou aproveitar para indicar um documentário para quem tiver Netflix, o título é 

"I AM - você tem o poder de mudar o mundo" -

 sinopse: O diretor TOM SHADVAC fala com grandes personalidades do meio intelectual e espiritual sobre o que há de errado com o nosso mundo e como podemos melhorar, a nós mesmos e ao nosso habitat. É um documentário leve, e gostoso de ver, quase um romance bem elaborado. 

Invista um tempo para assistir esse que considero uma forma de aperfeiçoamento, pois você vai encontrar tudo que eu "não disse" de forma ilustrativa e bem direta.

Quero te fazer um pedido muito importante.... Prepara um café e bolinho que estou chegando no teu blog para a gente começar a conversar e pelo tempo de ausência a conversa precisará ser longa.


Muita Luz e Paz!

Abraços






Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

4 pessoas me fizeram feliz, falta só você:

Marly publicou o comentário número:

Olá, adelaide,

Muitas vezes eu também me calo sobre coisas das quais gostaria de falar. Não sei porque isso acontece. Quanto ao documentário, vou dar uma espiada depois. Todavia, embora eu ache válida as sugestões de mudança para uma melhoria do mundo, já vivi o suficiente para perceber que isso é difícil e se dá aos pouquinhos. Veja - por exemplo - o caso de dois heróis históricos: Tiradentes e Martin Luther King. Ambos radicalizaram na intenção de mudar o mundo ou de fazer algo que beneficiasse muitas pessoas. E ambos foram mortos exatamente por isso. Mas hoje os dois são reverenciados e lembrados em feriados dedicados à memória deles.
É assim que funciona o mundo!

Dalva Rodrigues publicou o comentário número:

É, amiga, isso acontece e há motivos de sobra para entendermos com sensibilidade e momento de cada um.
Já vou colocar o documentário na lista, no momento vou começar a segunda temporada de The Boys, muito bom por sinal, apesar de ser bem violento...se bem que mais violento que nossa realidade é impossível.
Abração, Adelaide!

Betty Gaeta publicou o comentário número:

Oi Adelaide,
Vou procurar este documentário. Eu sou meio radical, pois acredito que nada mudará significativamente no mundo enquanto todos não se tornarem vegetarianos, mas este é um papo tão longo que daria um post ou até mesmo um blog.
Beijos

CAROL RIBEIRO publicou o comentário número:

Adoro dicas de documentário que enriquecem a vida da gente. Fiquei super curiosa e já vou colocar na minha lista. Obrigada! Bjs...



Blog protegido

myfreecopyright.com registered & protected

Visualizações

Categorias