Pepino agridoce

 sabe quando você descobre uma receita perfeita e....

além de ser fácil de fazer torna-se um item permanente do cardápio da família

ainda não podemos partilhar a receita pois fizemos de forma intuitiva e 

com algumas alterações 

necessárias para nosso paladar e filosofia de vida...(risos)


Foi assim com o "Relish de pepino" receita da Ana Kroetz que a Lia Agio

 ensinou a fazer em seu canal do Youtube (clica aqui e confere)

Vou te contar como fiz mas sem dar receita....

Mas como assim ....não postarei a receita????

O objetivo de hoje é te contar que sim, 

eu estou testando o que as amigas fazem em seus canais 

e temos saboreado muitas coisas diferentes. 

As receitas de bolo são mais demoradas pois não faço bolo

 com a frequência que vejo algumas amigas fazendo. 

E sempre, eu disse SEMPRE que faço uma receita 

eu "ajusto" ela para atender a minha filosofia de vida

 que não usa produtos de origem animal, não tem 300 etapas, não faz muita sujeira.

Mas e sobre esse Relish de pepino que a Lia ensinou o que foi que eu fiz foi apenas ajustes,

 primeiro comprei os ingredientes, higienizei tudo, fatiei o pepino, cebola

 e coloquei de molho em agua e sal. 

um tempo depois eu escorri bem o pepino, cebola e reservei. 

Em uma panela coloquei o vinagre e água (na medida que Lia ensinou), 

o açúcar que eu achei seria muito e coloquei só metade,

 além disso eu gosto de alho e pimenta dedo de moça, 

então piquei bem picadinho em quantidade generosa e agreguei a receita.

 Levei ao fogo até o pepino mudar de cor como a Lia "mandou" (sou obediente)

 e desliguei o fogo, dividi em vidros e tapei ainda quente para fazer vácuo, 

guardei  e no dia seguinte comemos..... 

conforme os dias passam ele vai ficando mais doce e picante.....

Pensa num complemento para a refeição nossa de todo dia que

 além de beleza agrega também sabor. 

a salada de folhas com leguminosas ficou muito mais saborosa com esse pepino agridoce.


Me conta como anda o processo de  experimentar novos alimentos 
nesse período de #isolamentosocial....
pergunto especificamente desse período porque no nosso caso
 a coisa toda ficou mais intensa, 
uma vez que não "confraternizamos em aglomerações"
estamos procurando prestar atenção aos sabores, odores e sons.....
coisa que na correria não encontrávamos tempo para fazer.

Muita Luz e Paz!
Abraços



Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

4 pessoas me fizeram feliz, falta só você:

Marly publicou o comentário número:

Aqui em casa eu tive que passar do relish para o sunomono (os dois são muito parecidos) por causa da preferência da ala jovem pelos sabores nipônicos. A tua adaptação deve ter deixado esta iguaria muito interessante.

Beijo

Pepa publicou o comentário número:

Oi Adelaide depois dessa receita não podemos mais ficar sem relish no almoço, é muito bom mesmo, agradeço a Ana por fornecer a receita e obrigada a você por compartilhar.
Muitos beijos,Vi

CÉU publicou o comentário número:

Olá, Adelaide!

Me conta coisas novas! Tudo bem por aí? Aqui, tudo razoável.

Achei a receita simples de confecionar e a adaptaste à tua filosofia de vida. Acho muito bem, pke eu vou fazer o mesmo.

Como tenho problemas de estômago e intestinos e sou pré-diabética, não uso picante , nem tenho em casa e o açúcar vou substituir por adoçante.

Minha alimentação é simples e frugal, devido a esses meus problemas e pke detesto coisas mto elaboradas.

Não sei qtas pessoas diabéticas há no Brasil, mas devem ser mtas, pois passam a vida fazendo bolos e bolinhos. Eu como 2 doces por mês.

Beijos, minha linda e se proteja!

Luma Rosa publicou o comentário número:

Oi, Adelaide!!
Adoro pepinos em conserva mas nunca fiz!!
Vou assistir o vídeo, mas vou seguir a sua dica em diminuir o açúcar. Menos é mais (rs*)
Beijus,



Blog protegido

myfreecopyright.com registered & protected

Visualizações

Categorias