cabelo, cabeluda, descabelada.....

 Alerta importante:

Nos próximos meses falaremos muito sobre cabelo, não sobre todos os cabelos mas sobre como eu estou me sentindo nesse processo de "deixar crescer"... Eu deixei minha cabeça quase totalmente careca em 2018, como estava cursando barbearia no Senac, permiti que meu colega fizesse o corte mais pedido pelos jovens do período, sai do curso com um High Fade perfeito, e curti tanto ficar sem cabelo que mantive por 3 anos, não o mesmo modelo de corte, mas fazia questão de cortá-lo com a máquina com pente 2 e 4....como meu cabelo é fino eu ficava careca, uma verdadeira libertação....menor tempo de banho, pois não usava "enluvar" com creme de hidrtação ou nutrição..... shampoo praticamente nem usava, o unico inconveniente era no verão o suor escorrer no olho.....Mas levantava da cama com o cabelo impecável.....sem precisar usar secador, protetor térmico ou fazer algum penteado para algum evento....

Ontem lavei o cabelo e como está frio sequei com secador, por ser fino meu cabelo alisa ao ser secado e hoje acordei me olhei no espelho e juro vi o Dr Rey (Dr. Hollywood) olhando para mim......


E quando deixo secar naturalmente me sinto o próprio Antônio Carlos Pires em um personagem que ele fazia na Escolinha do Professor Raimundo.....isso tudo é uma tortura (risos)


Agora além do uso de xampú, ritual de umectação, nutrição e hidratação, também investi em um creme matizador, ou desamarelador para iluminar os brancos, afinal só estou deixando crescer para me ver grisalha, não sou patrocinada por nenhuma marca, e não tenho uma que seja a preferida, meu tipo de cabelo acostuma fácil com os produtos, preciso de pelo menos 3 tipos e marcas diferentes para que ele não fique com cara de sujo depois de algumas lavagem. 

Apesar de muito oleoso tenho tentado lavar dia sim, dia não até porque estamos em plena crise hidrica toda gota d`água economizada é importante, dito isso vou ter que evitar o espelho para não ver o Dr.Rey novamente....(risos), caso encontrem comigo pessoalmente não comentem sobre o cabelo, vai que me magoo (risos).


Muita Luz e Paz!

Abraços

 

Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

3 pessoas me fizeram feliz, falta só você:

Marly publicou o comentário número:

Ri lendo a postagem, que resultou engraçada, rsrs. O tal Dr. Reys é uma figura, rsrs.
O cabelo curto tem as suas vantagens e eu também tenho as minhas fases de radicalização. O duro é justamente esperar que cresça. Não abri mão das tintas ainda, nas há uns três anos só uso as sem amônia.

Beijo

Lia e Vi publicou o comentário número:

Oi Adelaide já tive o cabelo bem curto, mas meu cabelo mesmo curto é bandido, pois quando não esta preso esta armado, kkkkkk, e como manter preso um cabelo muito curto? tinha que lavar sempre.
Agora mantenho ele um pouco abaixo das orelhas, ele continua bandido, eu passo uns cremes para ele encaracolar, penteio o mínimo possível e já abandonei o espelho.
Com esse frio lavar cabelo desanima.
Você usa aqueles bonés estiloso para aquecer as orelhas?
Boa semana, beijos, Vi

AnaCristina publicou o comentário número:

rsrsrs e eu que sempre usei cabelo comprido, agora que ele passou da cintura, quero cortar, como vinha fazendo há algum tempo, pra cima dos ombros. Pois bem...desde a meledeta pandebos$#%&*( não tenho coragem de ir na cabeleireira...e o salão dela, que corta meu cabelo há 3o anos, é suuuuuper favorável.



Blog protegido

myfreecopyright.com registered & protected

Visualizações

Categorias