Quando a reutilização não era moda....

 


Antes da pandemia, fui com minha mãe visitar a minha madrinha, faziam anos que eu não a via, ela é adorável e se mantém ativa a sua maneira bem simples e prática, lembro que eram dias frios e noites também que mantíamos o calor com café e boa conversa. Foi num desses bate-papo que comentamos sobre o xarope que ela faz e amigos, vizinhos, alguns deles profissionais de saúde, eles usam o preparado para fortalecer o sistema imunológico, basta a primeira friaca do ano que eles vão até a casa dela buscar, e isso ocorre a décadas ....

Eu super interesseira, digo interessada perguntei sobre os ingredientes e modo de preparo, ela foi explicando como fazer etc... Receita entendida, uma sacolada de ervas colhidas no quintal, no dia seguinte continuamos a conversa sobre os itens adquiridos em farmácias .....

E a melhor parte foi quando me apresentou essa embalagem de Mentol e explicou:

- Você não ligue a embalagem, mas eu comprei só uma vez nessa embalagem e durou bastante quando fui comprar novamente já vinha em outra forma, mas eu preferi colocar na mesma embalagem que eu já estava acostumada, assim evito me confundir na hora do preparo. *achei perfeito*

Pensei em quantos casos ocorrem de uso incorreto de produtos por terem embalagem similar a outra ou por não reconhecermos a embalagem, ela em sua sabedoria simples coloca o produto sempre na mesma embalagem para evitar incorrer em erro. Incautos dirão que falta rotular e colocar o prazo de validade, ao que eu responderei que basta adquirir produtos em menor quantidade que não terá o risco de deixar que o mesmo envelheça sem uso.

E assim apresento a vocês o que na atualidade seria classificado como "pote vintage"

Muita Luz e Paz!

Abraços

Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

3 pessoas me fizeram feliz, falta só você:

Marly publicou o comentário número:

Eu sempre achei que o descrédito que a indústria médico -farmacêutica lança sobre os preparados caseiros para prevenir ou mesmo tratar doenças, está mais relacionado com a preservação dos interesses deles do que com a ineficácia dos tais preparados.
E é interessante como muita gente humilde e simples adquire conhecimento e sabedoria - de modo autodidata - nesse aspecto.

Beijo

Dalva Rodrigues publicou o comentário número:

Sabedoria da vida, Adelaide! A sabedoria do lucro quase sempre merece suspeita...
Abração!

Lia e Vi publicou o comentário número:

Oi Adelaide ela esta certa, uma embalagem faz muita diferença quando a visão já esta falhando.
Estou me tratando com remédio natural, dor no joelho, as vezes demora mais para fazer efeito, mas causa menos efeitos colaterais.
Beijos,Vi



Blog protegido

myfreecopyright.com registered & protected

Visualizações

Categorias